MARIA DIAS IBIAPINA (PROFESSORA MARIINHA DIAS)

Cantinho da Saudade - Mariinha Dias - Foto 2

Comemora-se hoje (30 de abril) o Dia Nacional da Mulher, numa homenagem à data do nascimento da enfermeira e líder feminista Jerônima Mesquita (1880-1972). Neste ensejo, a Coluna relembra uma sobralense considerada uma das mais conceituadas educadoras da região, Professora Mariinha Dias.  A célebre mestra fez história na educação em Sobral e contribui para a formação de milhares de jovens. Durante várias décadas lecionou Português e Literatura nos colégios Sant´Ana, Estadual Dom José Tupinambá da Frota e Patronato Maria Imaculada desta cidade, sempre obtendo maciça aprovação de seus superiores, dos colegas e dos alunos.

Maria Dias Ibiapina nasceu em Sobral (CE) no dia 22 de setembro de 1922, sendo seus pais Antônio Félix Ibiapina e Filomena Dias Ponte Ibiapina. Aprendeu as primeiras letras com uma tia, Francisca Ibiapina Parente (Chiquinha Félix), e depois com o Prof. Luís Jácome, no Instituto São Luís. Fez os preparatórios para o Exame de Admissão no Colégio Sant´Ana, terminando ali o Ginasial e o Normal. Concluiu, concomitantemente, o Curso de Contabilidade na Escola Técnica de Comércio Dom José.

Desde criança Mariinha Dias demonstrou forte vocação para o magistério, tendo começado a ensinar em caráter particular, ainda como aluna. Após concluir o Curso Normal tornou-se professora do Colégio Santana, onde lecionou por alguns anos. Simultaneamente ao trabalho no magistério, a convite do Sr. João Rodrigues exerceu durante quatorze anos o cargo de Contadora da Casa Quirino Rodrigues S.A, extinta há anos.

Em 1955, Prof.ª Maria Dias Ibiapina destacou-se nas comemorações do Congresso Eucarístico das Vocações Sacerdotais realizado em Sobral, na Praça Duque de Caxias, antiga Praça do Siebra. Na ocasião, ela falou em nome da juventude da região, saudando a Dom Jaime de Barros Câmara, Cardeal Arcebispo do Rio de Janeiro, que foi o celebrante da missa campal do dia 28 de outubro daquele ano.

Ainda em 1955 foi aprovada no Concurso Público para Professores do 1º Grau realizado em Fortaleza, na Escola Normal Justiniano de Serpa. De 1961 a 1964 cursou a Faculdade de Filosofia Dom José de Sobral (1ª turma), obtendo Licenciatura Plena em Letras Neolatinas. Regeu durante trinta e dois anos uma Cadeira do Estado, no atual Centro Educacional Maria Imaculada.

Em 1964 a educadora conseguiu aprovação no primeiro Concurso para Professores do 2º Grau realizado em Fortaleza, no Liceu do Ceará. Foi, então, nomeada para reger uma Cadeira de 2º Grau no Colégio Estadual Dom José Tupinambá da Frota. Neste estabelecimento de ensino lecionou Português e Literatura durante dezoito anos. Nele concluiu seu tempo de serviço e se aposentou.

Após a aposentadoria, ensinou por mais algum tempo no Colégio Sant´Ana. Logo após, em 1985, deixou definitivamente o magistério, passando a dedicar-se à leitura, ao apostolado, uma vez que era católica fervorosa, e retomou a direção da sua casa.

Durante o exercício da sua profissão, a afamada professora Mariinha Dias teve participação ativa em diversos seminários e simpósios em Sobral e outras localidades. Era detentora de registro no Ministério da Educação e Cultura (MEC) em Língua e Literatura Brasileira, Portuguesa e Francesa.

Apesar de convidada, não pode emprestar seu talento à Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), já que regia duas Cadeiras do Estado, não lhe restando tempo para outros compromissos.

Professora Maria Dias Ibiapina tomou posse na Academia Sobralense de Estudos e Letras a 06 de setembro de 1983, passando a ocupar a Cadeira nº 6. Antes, ela foi assumida por Antônio Joaquim Rodrigues de Almeida e depois ocupada por Anahid Paula Pessoa de Andrade.

Como reconhecimento do seu incansável trabalho, dentre outras honrarias e condecorações recebidas no dia 06 de outubro de 1984, recebeu do Lions Club de Sobral Caiçara o diploma “Mulher Maravilhosa” no setor Educação, em sessão solene realizada na AABB. Esse título também foi concedido a outras senhoras que atuam em diversos setores da sociedade sobralense. A saudosa mestra também fez relevante trabalho como voluntária da Casa da Amizade, órgão beneficente das damas rotárias, onde pronunciou várias palestras e sempre empolgando a plateia.

Através do Projeto de Lei nº 1607/13, de autoria do vereador José Crisóstomo Barroso Ibiapina  (Zezão) passou a denominar-se oficialmente de Maria Dias Ibiapina o Centro de Educação Integral (CEI), localizado na Av. Ministro César Cals, s/n°, localizado no bairro Cidade Dr. José Euclides (bairro Terrenos Novos), em Sobral.

Depois de uma longa vida fielmente pautada na missão de educar, de formar novos cidadãos e cristãos de verdade, a Professora Maria Dias Ibiapina passou seus últimos dias recebendo o carinho e a dedicação de familiares, amigos e ex-alunos. Faleceu aos 82 anos de idade, em sua residência, em Sobral (CE), no dia 07 de abril de 2005. Acha-se sepultada no Cemitério São José desta cidade.

Cantinho da Saudade - Prof.ª Mariinha Dias - foto 1

UMA PRECE PELA ALMA DE MARIA DIAS IBIAPINA (PROF.ª MARIINHA DIAS)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: