RAIMUNDO FROTA DE VASCONCELOS

Cantinho da Saudade - Raimundo Frota de Vasconcelos -  14.05.16

Trata-se de mais um caso de pessoa que optou por Sobral, aqui permaneceu durante maior parte da vida e nela foi até sepultado. Aqui, esse cidadão buscou e encontrou melhores meios de sustentar dignamente sua família e para oferecer aos filhos oportunidades maiores de estudo, trabalho, lazer e uma vida mais confortável. Raimundo Frota ou Seu Frota, como ficou conhecido, nasceu em Santa Luzia – Tianguá (CE), no dia 05 de fevereiro de 1902. Eram seus pais Maria José Frota Vasconcelos e José Conrado de Vasconcelos.

 

Por força das dificuldades da época conseguiu aprendizado apenas das primeiras letras. Mas isso foi o suficiente para conseguir ler e escrever, sendo muito admirado pela caligrafia. Desde cedo Raimundo Frota demonstrou forte propensão para o comércio, atividade da qual sempre retirou o sustento da família.

 

Ainda jovem fundou um pequeno comércio em Acaraú (CE), onde se casou com Edite da Silveira Araújo de Vasconcelos, filha de Lúcio da Silveira Araújo e Cândida Xavier de Araújo. Naquele município praiano o casal teve apenas a filha Maria Frota, atualmente viúva de Antônio Alberto Ponte. Pouco tempo depois a família Frota mudou residência para Santa Luzia – Tianguá (CE). Lá nasceram os demais filhos: Vilma, Expedito Vasconcelos (comerciante e radialista) e as gêmeas Maria das Graças e Maria da Conceição.

 

Em 30 de janeiro de 1945, ainda em Santa Luzia, morreu a esposa em consequências do complicado parto das gêmeas. Além de muito dolorosa, essa perda fez recair sobre os ombros de Raimundo Frota mais uma pesada incumbência: a de cuidar sozinho dos cinco filhos ainda pequenos. Assim sendo, teve de se desdobrar nas funções de pai e mãe ao mesmo tempo e desempenhou essa difícil tarefa por dois anos com muito amor e dedicação.

 

Em 1947 decidiu mudar-se para Sobral, pois desejava encontrar melhores condições para terminar de criar e dar boa educação aos filhos. Em 07 de junho de 1947 casou-se, em segundas núpcias, com a santanense Francisca Alaíde Ferreira Gomes, filha de Alexandrina Maria da Conceição e de Hermano Bernardino Ferreira Gomes.

 

Dessa união nasceu apenas Maria das Graças, hoje residente em Fortaleza (CE). Francisca Alaíde, a segunda esposa de Seu Frota, faleceu em 28 de junho de 2000 na capital cearense, de onde foi trasladada e sepultada no Cemitério São José de Sobral.

 

Durante muitos anos Raimundo Frota manteve comércio no bairro do Junco, em Sobral. Por sua honestidade, seriedade e comportamento, era muito respeitado e querido pelos fregueses e demais moradores. A todos tratava com muita educação, gentileza e amabilidade paternas. Isso lhe proporcionou conquistar vasto círculo de amizade, no qual havia pessoas de todas as classes sociais.

 

Homem honesto e extremamente correto em suas ações, além de dedicado à família, Seu Frota teve como uma de suas principais metas oferecer boa educação aos filhos, encaminhando-os nos princípios da fé, da moral e da ética. Esmerou-se a vida toda em direcioná-los rigorosamente no caminho da fé, uma vez que era católico fervoroso. Foi um assíduo participante de missas e demais atos da Igreja Católica.

 

Nada melhor para comprovar quem foi Raimundo Frota e o que ele semeou do que o perfil dos seus filhos. A maneira digna e exemplar com que hoje seus filhos conduzem suas vidas corresponde exatamente àquilo que o patriarca Frota praticou e lhes ensinou.

 

Raimundo Frota de Vasconcelos faleceu aos 89 anos, no dia 24 de março de 1991, sendo sepultado no cemitério São José desta cidade.

 

UMA PRECE PELA ALMA DE RAIMUNDO FROTA DE VASCONCELOS

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: