DEFERIR / DIFERIR

DEFERIR: Repare nos seus principais significados: 1) Atender ou anuir a (pedido ou requerimento); despachar favoravelmente: O diretor deferiu o pedido de licença do funcionário. 2) Conceder a outro: Não me deferiram o que pedi. 3) Atender: Ele defere a tudo o que lhe peço; Não deferiremos a seu apelo. 4) Concordar, aceitar: O presidente deferiu a proposta do governador. (Repare, ainda, que, nas acepções 3 e 4 sua transitividade é indireta).

DIFERIR: Tem estes principais significados: 1) Adiar, por preguiça ou conveniência, sem marcar novo prazo: Diferir uma reunião, uma viagem, um castigo, uma decisão, um casamento. 2) Distinguir (não pronuncie ‘distinguir’, que é pronúncia incorreta), diferençar: O que difere um governo totalitário de um autoritário?;  Não é fácil diferir uma concha de outra. 3) Ser dessemelhante ou diferente na natureza, qualidade, quantidade ou forma; distinguir-se: A ironia difere muito da malícia; O amor difere extraordinariamente da paixão. 4) Divergir, discordar: A crítica difere do autor em vários itens; Nesse assunto eu difiro muito dele. 5) Discordar: Nossas opiniões diferem bastante; Minha formação e a dela em muito diferem. 6) Ser diferente, distinguir-se: Você ainda não aprendeu que paixão e amor diferem enormemente?

 

DEFERIMENTO FAVORÁVEL

Pleonasmo a evitar. Se foi deferido é porque era favorável. No caso contrário seria indeferido.

 

NÃO CONFUNDA FLORESCENTE OU FLUORESCENTE

FLORESCENTE é florido. Por isso existem plantas florescentes, árvores florescentes e até ambientes florescentes.

Fluorescente é o que tem a propriedade de fluorescência. O caro leitor já leu, com certeza, sob uma lâmpada fluorescente, essa modesta coluna. O povão gosta mesmo de dizer: “lâmpada frorecente”. Que fazer?

NÃO CONFUNDA TU COM TI

“TU” se usa antes de verbo (claro ou subentendido): O homem deu um doce para tu comeres? Teu irmão é mais inteligente que tu; As crianças não dormem sem tu estares ao lado?

“Ti” se usa apenas depois de uma proposição: O homem deu um doce para ti? As crianças não dormem sem ti?

Quando a frase tem seus elementos em ordem inversa, pode ocorrer de “ti” vir antes de um verbo, mas sem nenhuma ligação com ele, no plano sintático. Exs.: É fácil para ti trabalhar e ter de cozinhar diariamente? Não foi fácil para ti esquecer Tereza?

Note a ordem direta das duas frases: Trabalhar e ter de cozinhar diariamente é difícil para ti? Esquecer Tereza não foi fácil para ti?

 

Dolo (ó) / Incesto (é)

A palavra dolo (ó), a qual significa ato consciente, ou intenção, com que se induz, mantém ou confirma outrem num erro, má-fé, tem o primeiro “ó” bem aberto. Ex.: Não houve dolo (ó) naquela atitude. Incesto (é) significa união ilícita… A pronúncia do ‘e’ aberta. Não tem nada a ver com cesto. No Português contemporâneo essas pronúncias não são seguidas à risca.

 

(*) Professor Antônio da Costa é graduado em Letras Plenas, com Especialização em Língua Portuguesa e Literatura, na Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA). É, também, servidor do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) de Sobral. Escreve esta Coluna toda terça-feira. Contatos: (088) 9409-9922 e (088) 9762-2542.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: