Camilianos realizam diagnóstico técnico na Santa Casa de Sobral e poderão assumir administração do hospital

Sociedade São Camilo administra cerca de 50 hospitais de pequena, média e alta complexidade, além de Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) em todas as regiões do País.

A Direção Geral da Santa Casa de Misericórdia de Sobral (SCMS), através do seu Provedor Dom José Luiz Gomes de Vasconcelos, recebeu a comitiva da Congregação dos Padres Camilianos na segunda-feira (22/10). Durante o encontro, Dom Vasconcelos comunicou aos coordenadores de serviços da Santa Casa, presentes à reunião, que a presença dos Camilianos no hospital tinha como objetivo a realização de um diagnóstico técnico, tendo em vista uma provável parceria para administração da Santa Casa pelo grupo através de um comodato. Atualmente, a Sociedade São Camilo administra cerca de 50 hospitais de pequena, média e alta complexidade, além de Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) em todas as regiões do País.
Na oportunidade, Dom Vasconcelos disse que o diagnóstico a ser realizado pelo grupo Camilianos foi uma decisão tomada mediante aprovação do Colégio de Consultores da Diocese de Sobral, organismo previsto pelo direito canônico para auxiliar o bispo na administração dos bens da Diocese. O colégio de consultores aprovou por unanimidade a possibilidade de negociação com os camilianos. Posteriormente, Dom Vasconcelos convocou uma assembléia extraordinária da Associação da Santa Casa de Misericórdia que também aprovou por unanimidade esta possibilidade. Dom Vasconcelos informou, ainda, que o processo que está tendo início não deve ser motivo de preocupação para os colaboradores, uma vez que este momento é apenas uma análise situacional da Santa Casa pelos Camilianos.
Dom Vasconcelos assegurou que com a possível administração dos camilianos na Santa Casa de Misericórdia não deixará de ser hospital filantrópico, não deixará de atender os menos favorecidos, não deixará de ser administrado por padres, pois existe um acordo, caso os Camilianos venham assumir a direção do hospital, de manter a essência da Santa Casa. “Não deve-se pensar, também, que se os Camilianos assumirem o hospital vai haver demissão de massa, claro que haverá critérios administrativos de análise e competência de pessoas. Neste primeiro momento o diagnóstico é para analisar a situação do hospital”, explica Dom Vasconcelos.
Segundo o Padre Francisco Gomes da Silva (Superintendente Regional), que representou o Grupo Camilianos, o diagnóstico a ser realizado durante toda esta semana é para obter informações mais precisas do hospital. “Após este diagnóstico é que iremos tomar a decisão se iremos assumir ou não a administração da Santa Casa e um processo de comodato”, explica Padre Francisco.
Após as devidas considerações, o Padre Francisco Gomes da Silva apresentou a equipe de trabalho presente à reunião: Padre Genimar Maretto (Superintendente Adjunto Regional), Ademir de Oliveira (Diretor Adjunto Regional), Marcelo Grando (Gerente Regional de TI), Edmilson Rufino (Gerente Regional de Contabilidade), Jair Gomes (Diretor de Controladoria) e Rodrigo César Costa (Analista de Processos Internos). Pela Santa Casa de Sobral estiveram presentes ao encontro o Padre Bosco Linhares (Diretor Finaceiro/SCMS) e Dr. Cristiano Costa (Diretor Técnico), além dos coordenadores de serviços do hospital.

Sobre os camilianos
Quando aportaram no Brasil pela primeira vez, em 1922, os religiosos camilianos se instalaram no bairro paulistano de Vila Pompeia. Liderados pelo padre Inocente Radrizzani, tinham como principal propósito construir no país uma obra que observasse, com fidelidade, os princípios estabelecidos pelo fundador daquela ordem religiosa, São Camilo de Lellis (1550-1614), sintetizados no respeito e na valorização da vida e da saúde.
Essa finalidade está descrita logo no primeiro parágrafo do Estatuto da Sociedade Beneficente São Camilo: “Prestar assistência à saúde a quantos demandarem os seus serviços, sem distinção de qualquer natureza no que se refere a nacionalidade, raça, credo político e religioso”.

%d blogueiros gostam disto: