Correio da Semana celebra centenário com santa missa solene e programação festiva no Beco

Santa missa foi presidida pelo bispo diocesano Dom José Luiz Gomes de Vasconcelos. No Beco do Cotovelo, programação festiva no Show do Ivan Frota contou com entrega de comendas

Celebrando 100 anos de fundação no dia 31 de março de 2018, o Jornal Correio da Semana contou com ampla programação festiva. No domingo de Páscoa, 1º, o bispo diocesano Dom José Luiz Gomes de Vasconcelos presidiu santa missa solene em ação de graças pelo centenário. No sábado, 31, uma programação festiva no Show do Ivan Frota no Beco do Cotovelo contou com entrega de comendas.

“Elevamos a Deus nossa ação de graças pelo centenário do nosso jornal diocesano Correio da Semana, jornal mais antigo do Ceará e o segundo do Nordeste. Quero parabenizar o Correio da Semana pelo seu centenário e pela sua perseverança. Como é bela a Igreja e tudo o que é da Igreja. Que o Senhor nos dê perseverança para que a luz que há em nós nunca se apague”, ressalta Dom José de Vasconcelos. A santa missa foi concelebrada pelo vigário geral da Diocese, Monsenhor Gonçalo de Pinho Gomes, e pelo pároco da Catedral, Pe. Lucione Queiroz.

Monsenhor Gonçalo ressalta que a Diocese de Sobral se alegra pelo centenário do Correio da Semana pelo bem que o informativo tem disseminado. “É uma iniciativa feliz do nosso primeiro bispo, que foi assumida e apoiada por seus sucessores. O jornal tem feito muito bem à Diocese e toda a Região Norte do estado. Não é apenas um jornal informativo, noticioso, mas também formativo, levando sobretudo a mensagem do Evangelho para nós cristãos e para todas as pessoas de boa vontade”, garante.

Não é apenas um jornal dedicado à Diocese e as atividades pastorais, litúrgicas e religiosas, mas também narra os principais acontecimentos de toda a Diocese. “Basta que vejamos o jornal durante estes 100 anos e vamos acompanhar a história de Sobral”, completa. Ao longo de seu tempo de existência, o veículo passou por muitas dificuldades e turbulências. “O Correio está vivo com formato bonito, com matérias substanciais. Cabe a nós que somos corresponsáveis trabalhar e cooperar para que o jornal sobreviva e possa comemorar 200 anos”, completa.

Durante o ofertório, os colaboradores do jornal levaram fotos de quem representa a história do veículo: Dom José Tupinambá da Frota (primeiro bispo de Sobral e idealizador), Dom José Luiz Gomes de Vasconcelos e papa Francisco, além de uma atual edição do semanário. “Queremos acolher como oferenda de gratidão a Deus pela perseverança nesses 100 anos do Correio da Semana, jornal da nossa Diocese, que anuncia, informa e forma e leva o anúncio da palavra a todos os que recebem”, destaca Pe. Lucione Queiroz.

Beco do Cotovelo

Na data que marca o centenário, o Correio da Semana foi homenageado durante o Show do Ivan Frota no Beco do Cotovelo, recebendo comendas do Centro Cultural Dom José, presidido pelo advogado Chico Prado, pela Associação do Beco, sob presidência de Expedito Vasconcelos, além de homenagem do show do Ivan Frota.

“Para nós é uma alegria fazer parte dessa equipe e da história do Correio da Semana”, destaca o editor de reportagens Francisco Expedito Araújo (Pachele). Ele lembra que o jornal será digitalizado e está em processo de elaboração de uma revista comemorativa e de um livro histórico. “Essa revista estamos fazendo com muito carinho para presentear a todos pelos 100 anos do Correio da Semana”, ressalta o diretor superintende da Revista Alternativa, Marques Araújo, que está em parceria com a equipe do Correio para a elaboração da revista.

“Tive o privilégio desde os 5 anos de conviver com Dom José que visitava minha casa e com Monsenhor Fortunato Alves de Linhares. Os dois entendiam que Sobral precisava de educação e água para crescer. Dom José criou o jornal em 1918, com três anos de bispado”, destaca o Pe. José Linhares, que foi diretor do jornal. O deputado federal Leônidas Cristino também esteve presente. “É um marco esse centenário que temos que comemorar, nós cearenses e nordestinos. O Correio da Semana é o mais antigo do Ceará e um dos mais antigos do País. Temos que preservá-lo “, avalia.

Contributo da Igreja

José Luís Lira, advogado, professor e colunista do jornal

“Foi na Igreja que toda a educação se desenvolveu. As primeiras universidades surgiram a partir da Igreja, os grandes cientistas eram católicos e é na Igreja, na Diocese de Sobral que surgiu o Correio da Semana, jornal comprometido com a verdade”, destaca o advogado e colunista do Correio da Semana, professor doutor José Luís Lira. Representando os colaboradores do veículo durante a santa missa em ação de graças, ele lembra que quando foi criado o jornal, a Diocese de Sobral abrangia quase todo o interior do estado porque englobava também os territórios das Dioceses de Tianguá e Crateús, que à época pertenciam a Sobral. Fruto da genialidade de Dom José e abraçado pelo Pe. Leopoldo Fernandes, que quatro anos depois fundou a Academia Sobralense de Letras, a primeira edição do jornal circulou em um domingo de Páscoa depois da missa de 9h presidida pelo bispo da época. “O jornal tem a missão de levar notícia séria e comprometida com a verdade. Temos nas páginas do Correio da Semana toda a história de Sobral e da Região Norte”, completa.

%d blogueiros gostam disto: