Enel prorroga contrato com Caixa Econômica e lotéricas seguem recebendo faturas de energia

Até a quinta-feira, 2, data do fechamento do Jornal Correio da Semana, a Enel ainda não havia sinalizado nenhum acordo com a Caixa Econômica, razão pela qual o veículo publicou a informação de encerramento do vínculo entre as duas instituições

Redação
Correio da Semana

A Enel Distribuição Ceará e a Caixa Econômica Federal firmaram um acordo na sexta-feira, 3 de agosto, para que as lotéricas continuem recebendo o pagamento de contas da distribuidora. O contrato com a Caixa foi postergado após renegociação das tarifas cobradas pelo banco para a arrecadação dos pagamentos de clientes da Enel nas Lotéricas. Até a quinta-feira, 2, data do fechamento do Jornal Correio da Semana, a Enel ainda não havia sinalizado nenhum acordo com a Caixa Econômica, razão pela qual o veículo de comunicação publicou a informação de encerramento do vínculo entre as duas instituições.

Com a decisão, as lotéricas não vão interromper o recebimento das contas de luz a partir desta segunda-feira, 6. Em Sobral, a Enel Distribuidora de Energia do Ceará possui 93 mil clientes. No Ceará, são cerca de 4 milhões de consumidores.

A Enel Distribuição ressalta que, mesmo com a continuidade do pagamento nas lotéricas, os clientes também poderão contar com os mais de 2 mil agentes arrecadadores disponibilizados pela distribuidora no Estado para pagamento das contas de luz, como supermercados, farmácias ou grandes comércios, por exemplo. A lista completa dos 2.190 pontos de arrecadação no Ceará está disponível no site da distribuidora (www.eneldistribuicao.com.br).

Além disso, os clientes podem cadastrar as contas em débito automático ou pagar a fatura por meio do serviço de Internet Banking e canais de autoatendimento (caixa eletrônico) dos bancos conveniados, desde que seja correntista de uma das instituições.

Decisão anterior

Em nota divulgada à imprensa na semana passada, a Enel havia uma lista com quase 40 pontos onde os sobralenses poderão pagar as faturas. Em todo o estado, seriam 2.190. A distribuidora alegava “um reajuste de cerca de 40% proposto pela Caixa na tarifa cobrada para receber as faturas nas lotéricas. Para se ter uma ideia, o valor proposto pela CEF chega a ser 60% acima do atualmente praticado em canais semelhantes de outros bancos”, ressaltava a empresa em nota. A companhia reforçava na ocasião que a Caixa Econômica continuava recebendo pagamento das contas de luz de correntistas do banco em seus canais eletrônicos – o contrato só estaria sendo encerrado apenas para arrecadação nas casas lotéricas.

“Como as taxas de arrecadação entram no cálculo das tarifas de energia, caso o contrato fosse renovado, o aumento no valor sugerido pela Caixa seria repassado para as tarifas na próxima revisão tarifária, com impacto na conta de luz para os consumidores da companhia. Com essa medida e a oferta de diversas alternativas para pagamento da conta de luz, buscamos proteger os consumidores do reajuste abusivo proposto pela Caixa Econômica”, afirmou na ocasião Marcia Roque Vieira, diretora de Mercado da Enel. (Com informações da Enel Distribuidora)

%d blogueiros gostam disto: