Exponorte pretende alcançar R$ 20 milhões em geração de negócios

Edição de número 53 da Feira reúne cerca de 120 expositores e mais de quatro mil animais para comercialização

Com uma expectativa de gerar até R$ 20 milhões em negócios, a 53ª edição da Feira Agropecuária da Região Norte (Exponorte) reúne cerca de 120 expositores e mais de quatro mil animais para comercialização e para concorrer a premiações entre bovinos, caprinos, ovinos, equinos, aves, coelhos e preás do reino. Os expositores concorrerão a premiações que somam R$ 100 mil. A organização espera um público entre 25 mil a 30 mil pessoas por dia. A Feira conta com ações de qualificação e capacitação para os produtores, visitas guiadas, além de rodada de negócios e uma programação cultural. O evento é realizado no Parque de Exposições até o próximo domingo, 19. A organização é da Associação dos Criadores da Zona Norte do Estado do Ceará (ACNEC) em parceria com a Prefeitura de Sobral.
A Exponorte não era realizada desde 2014 em virtude principalmente dos seguidos anos de seca. Para o secretário do Trabalho e Desenvolvimento Econômico (STDE), Inácio Ribeiro, o retorno da Exponorte após quatro anos de secas representa um novo momento para o agronegócio local. “Nosso objetivo é tornar a Exponorte uma das maiores feiras do Nordeste em volume de negócios”, garante. A retomada da Feira é uma das ações abraçadas pela Secretaria para fomentar o desenvolvimento do agronegócio local, segundo Ribeiro, ao lado de iniciativas como um projeto de cactos ornamentais.
O secretário disse ainda que o setor agropecuário representa apenas 1% do Produto Interno Bruto (PIB) de Sobral. “Ainda há um grande potencial para crescer e a Feira certamente contribui com esse processo”, avalia. Ribeiro disse ainda que após a realização da Exponorte haverá uma reunião de avaliação para definir os próprios passos para fortalecer e consolidar o evento e o agronegócio local. A coordenadora da Agricultura e Pecuária da STDE, Luiza Barreto, explica que a Feira tem múltiplos objetivos. “Buscamos que as pessoas se qualifiquem, façam negócios e divirtam-se”, avalia.
José Euclides Ferreira Gomes Neto, tesoureiro da ACNEC explica que a associação contempla produtores de cerca de 30 municípios. De acordo com ele, mesmo depois de quatro anos sem a realização da Exponorte, a Feira este ano recebe produtores de todo o estado, além de expositores do Piauí, Pernambuco e Rio Grande do Norte. Ele explica que a Feira está proporcionando todo o apoio logístico de transporte e alojamento para os animais. Para o 2º secretário da Associação, José Marcílio Araújo, as expectativas são superar o faturamento de anos anteriores.

Programação
A Exponorte tem uma programação que conta com exposição de animais, leilões, oficinas, palestras técnicas e atrações musicais. As apresentações artísticas ainda contemplarão na noite deste sábado, 18, shows com Guilherme Dantas, Matheus Fernandes e Laninha Show.
Durante a semana desde a terça-feira, 14, houve Feira da Agricultura Familiar e Feira do Artesanato, visitação de animais, oficinas de temas como “Apicultura”, “Agroecologia na apicultura”, “Associativismo e cultura da cooperação”, “Bovinocultura de Leite ”, “Produção de algodão”, “PIMP – Pequena irrigação na minha propriedade”, “PAA – Ceará Projeto de Pesquisa Ação”, “Bem estar animal”, “Doma racional de equino”, “Ovinocultura de corte”, “Certificação e nova legislação para produtos de origem animal e vegetal”, “Cactáceas”, “Festicarnes”. Também houve programação destinada às crianças.

Confira programação deste sábado (18)
08h às 10h – Encontro da Juventude Rural “Melhoramento genético”;
08h às 12h – Oficina “Casqueamento de equino”;
09h às 11h – Oficina “Cactáceas”;
10h às 12h – Encontro da Juventude Rural – Palestra “Sucessão familiar no campo”;
14h às 16h – Oficina “Designer de sobrancelhas”;
17h às 22h – Feira da Agricultura Familiar e Feira do Artesanato;
18h às 21h – Oficina “Maquiagem”;
18h30 – Arena infantil (pinturas no gesso, pintura no rosto, contação de história, pula-pula);
19h – Emboladores.

Minianimais
• Jaime Moura, proprietário rural e expositor
Animais da Fazendinha e Haras Moura de Gravatá, a cerca de 80 km de Recife-PE, também se fizeram presentes na Exponorte. O proprietário rural Jaime Moura trouxe mais de 100 minianimais para a exposição. Mini-vacas, mini-ovelhas, galinhas em tamanho reduzido e os queridos pôneis de 65 cm de altura fizeram a alegria da criançada que pôde aproveitar um passeio de charrete com os cavalinhos. “Os minianimais com certeza fazem sucesso na Exponorte”, garante o produtor que já havia participado de outra Feira edição da Feira em Sobral no ano de 2011.

Melhoramento genético
• Hélio Chaves, proprietário rural e expositor
Investindo em melhoramento genético de ovinos da raça Santa Inês, o proprietário rural Hélio Chaves contou com animais do rebanho HCB de sua família para a exposição na Exponorte. A propriedade rural fica em São Luís do Curu a cerca de 75 km de Fortaleza. Para ser um agroempreendedor é preciso vocação, segundo Hélio Chaves. “É preciso gostar muito e ter dedicação porque os animais precisam de uma estrutura sanitária, de alimentação e de tratamento de saúde constantes”, garante.

Tradição
• Fabianno Cavalcante de Carvalho, expositor e professor de zootecnia
O professor do curso de zootecnia Fabianno Cavalcante de Carvalho tem uma grande paixão: o campo. “Sempre quando estou estressado, vou para a Fazenda cuidar dos animais, fazer os manejos”, garante. Carvalho ressalta que a tradição do campo vem desde o avô, mas lamenta que os filhos e os irmãos não tenham desejado seguir o mesmo caminho. A Fazenda Pedra Branca fica no distrito de Tuína (Massapê) e conta com 40 vacas da raça Gir Leiteiro, além de 10 girolando.

%d blogueiros gostam disto: