Diocese de Sobral: 103 anos de luta e de glória

Há exatos 103 anos, proclamava-se a criação de uma nova diocese, que tinha como sede a cidade de Sobral. O ano era de 1915 e uma grande seca assolava os áridos sertões do norte cearense, mas, por ironia, foi um ano fértil para a Igreja, pois havia germinado uma nova era de evangelização para as serras, praias e sertões que comporiam a nova diocese. Mais uma vez, o Espírito Santo concedia seu sopro luminoso, atualizando a presença do Reino de Deus nestas terras.
No ano seguinte, tornou-se bispo aquele que seria uma das figuras mais emblemáticas da diocese: Dom José Tupinambá da Frota. É impossível não recordar a firmeza, o zelo e a doação do nosso primeiro bispo. Ele estruturou, com obras materiais e espirituais, a nova Igreja particular, deixando um grande legado para a posteridade.
Depois dele vieram outros seis grandes bispos, todos incansáveis no serviço da Igreja e que tornaram tão rica e bela a história da diocese de Sobral. Podemos testemunhar o quanto esta porção do Povo de Deus é agraciada pelos pastores que aqui vieram e que foram zelosos para com a semente do Evangelho por aqui plantada.
Não podemos também deixar de exaltar a figura de inúmeros sacerdotes de ontem e de hoje que prestam assistência espiritual a toda a população da diocese e que, mesmo nos lugares de mais difícil acesso, levam a presença de Jesus Cristo na Palavra e na Eucaristia.
Além disso, fazem parte dessa história os religiosos, os catequistas, os animadores de comunidades e tantos leigos e leigas que souberam responder aos apelos de Deus e que são pedras vivas na edificação desta Igreja de Sobral. Todos formamos esta diocese tão dinâmica, tão diversa em dons e carismas, e que é sinal da vida e da missão da Igreja.
Prova disso são as inúmeras instituições criadas ao longo destes 103 anos, como o Seminário da Betânia, a Santa Casa, o Colégio Sobralense, o Abrigo Sagrado Coração de Jesus, o nosso Jornal Correio da Semana, seu primeiro instrumento de comunicação e tantas outras edificações. A elas se somam as obras espirituais que enriqueceram a vida do Povo de Deus ao longo destes anos.
E assim a ação de Deus se concretiza na história através de homens e mulheres por Ele chamados e convidados a trabalhar pela causa do Evangelho. Fazemos votos de que um novo ardor de evangelização nos motive e nos encoraje a perpetuar no tempo essa longa história de luta e de glória que já conta 103 anos!

%d blogueiros gostam disto: