O valor da vida espiritual

Dentre tantos dons e carismas suscitados no seio da Igreja está o monaquismo. É uma forma de vida mais contemplativa, na qual homens e mulheres vivem em completo silêncio, imersos na vivência constante de um íntimo contato com Deus através da oração. Isso é o que define uma profunda espiritualidade, mais presente na vida dos monges e essencial para todo cristão.
Quando falamos em espiritualidade, fazemos referência a uma vivência imersa no Espírito de Deus. Diante de tantas estruturas desafiadoras, da cultura do provisório, do egoísmo, da violência, é necessário cultivar no coração essa intimidade com Deus, capaz de fortalecer o cristão em suas dificuldades e contratempos.
Além de organizar a vida exterior, com todas as suas ocupações, precisamos ter uma organização da vida interior. Valoriza-se demais o corpo e as práticas exteriores, enquanto muitas vezes a alma fica esquecida e, assim, mais propensa às doenças espirituais, que são muito mais fortes e dolorosas do que as doenças físicas. E o sofrimento causado pelas feridas da alma não pode ser sanado com tratamentos farmacológicos, mas sim com uma espiritualidade que nos permite encontrar Deus lá nos recônditos mais obscuros do nosso ser.
Sem esse encontro, a alma padece. Quantas pessoas estão bem, exteriormente, com seus corpos perfeitos e bem-definidos, mas a alma pede socorro no interior de si. Vivem como “mortos-vivos” no mundo. Vivos no corpo e mortos no espírito. Eis uma grande doença de nossa época.
A espiritualidade nos enriquece e nos equilibra interiormente, além de nos abrir para a prática do amor, do perdão, do acolhimento aos irmãos. Permite-nos viver com humildade e enfrentarmos com bom-humor os desafios da vida. As pessoas que possuem uma vida interior mais intensa transmitem a paz e conseguem resplandecer, em seu semblante, em suas palavras e gestos, a presença de Deus.
Isso nos permite dizer que a beleza da alma é superior à beleza do corpo. O culto ao corpo tão vigente em nossos dias precisa abrir espaço para que tantos homens e mulheres se dediquem a cuidar mais de suas almas, aprofundando sua espiritualidade, mergulhando dentro de si e encontrando Deus.

%d blogueiros gostam disto: