Em Dia com a Igreja

PAROQUIATO DE MANOEL VALDERY DA ROCHA

12 de Setembro de 1965 aos dias atuais…

TRAJETÓRIA
A então pequena comunidade local, ainda ressentida com a transferência do Pe. José Edson Magalhães para a paróquia mãe de Acaraú, recebia agora com grande júbilo o jovem *Manoel Valdery da Rocha*, recém sagrado em ordenação sacerdotal, filho de Morrinhos, e que como experiência, apenas os sete meses em que atuou como coadjutor da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição de Acaraú, junto ao saudoso Mons. Sabino de Lima.
As dificuldades eram grandes, igualmente a Pe. Edson, Pe. Valdery se viu diante dos mesmos problemas: cidade pequena, paróquia paupérrima, apesar de algumas coisas terem sido iniciadas no paroquiato anterior, mas muito, muito ainda tinha que ser feito…
Vendo a carência de formação escolar da comunidade, através de sua sensibilidade de educador, fundou – realizando um almejado e antigo sonho do povo cruzense – a Escola Fundamental São Francisco em 1972, que hoje, juntamente com o CEPAC – Centro Pastoral de Cruz e o convento das Irmãs Missionárias Reparadoras do Coração de Jesus, se constitui em um dos maiores complexos educacionais e de treinamento do Vale do Acaraú, com modernas e confortáveis instalações que, além da demanda do ensino fundamental, oferta ainda curso de Pedagogia em Regime Especial em convenio com a Universidade Vale do Acaraú – UVA.
Padre Valdery, é o que se pode afirmar categoricamente um incansável, um construtor, seu paroquiato até aqui de 53 anos, é pontuado por várias realizações que conferem à Paróquia de São Francisco da Cruz, um status de destaque ante a paróquias mais antigas e estruturadas da Diocese de Sobral. A antes acanhada Capela de São Francisco, do não tão distante ano de 1958, que era elevada à categoria de paróquia naquele mesmo ano, hoje, por obra e graça da tenacidade incansável de Pe. Valdery – O Realizador, desponta com referencial no Zonal Vale do Acaraú.
REALIZAÇÕES
Dentre as tantas de suas realizações, cite-se somente algumas de maior envergadura, a saber:
*03 grandes reformas na Igreja Matriz* – 1970, 1992 com a construção da torre, 2001 – a mais completa e estrutura, que mudou por completo as suas feições tanto externa como interna;
• Construção e/ou reforma das Casas Paróquias de Cruz, Cajueirinho, Caiçara, Aranaú e Prata;
• Construção de centros comunitários em Lagoa da Volta, Medeiros, Cedro, Barrinha II, Jenipapeiro, Paraguai, Cavalo Bravo, Aroeira, Córrego do Urubu, Córrego da Forquilha, Baixio e Borges;
• Construção de Monteiros, Castelhano, Carrapateiras, Imbé, Belém, Cajueirinho I, Cajueirinho II, Morgado, Lagoa de Baixo, Barrinha, Poço Doce, Lagoa Salgada, Cedro, Aroeira, Guarda, Porteiras, Tucuns, Lagoa Velha, sendo algumas destas em andamento e, com total apoio da comunidade local;
• Construção na sede da Paróquia da Capela São João, no bairro de mesmo nome e, a Capela Velório no Cemitério São Vicente de Paulo;
• Reformas estruturantes nas Capelas de Prata, Imbé, Aranaú e primeira reforma da atual Igreja de Jijoca;
• Reformas nos cemitério paróquias de Cruz, Cajueirinho, Caiçara, Aranaú, Castelhano, Carrapateiras, Prata, Monteiros e Baixio;
• Construção do Centro Pastoral Pastoral de Aranaú e instalação da Área Pastoral, sob a coordenação das Irmãs Missionárias;
• Creche Criança Feliz;
• Rádio 06 de Abril;
• Escola Fundamental São Francisco;
• CEPAC – Centro Pastoral de Cruz;
• Casa das Irmãs Missionárias em Cruz;
• Criação e instalação das paróquias de Jijoca, Aranaú e Caiçara.
• Benfeitor em mais de trinta templos para capelas na Paróquia de São Francisco da Cruz.

LIDERANÇA

As ações do Realizador, não se restringiram somente ao apostolado, diga-se de passagem, bastante fecundo, como também na campanha plebiscitária pela luta da emancipação política do então Distrito de Cruz, que funcionou sob sua coordenação, culminando no ano de 1985 na elevação de Cruz a categoria de município.
Podemos dizer que Padre Valdery, como um líder religioso é também um líder humanitário, educador, social e cultural em nossa Paróquia, sendo um dos membros fundador do Lions Clube de Cruz.
Seu maior empenho é fazer da paróquia uma comunidade unida, um *pastor* cujo rebanho pode confiar.

*Teólogo e Pároco de Cruz

%d blogueiros gostam disto: