Dom Vasconcelos ressalta a missão do leigo em encerramento do Ano Nacional do Laicato

Promovido pela Comissão Episcopal Pastoral para o Laicato da CNBB Regional Nordeste 1, o encontro reuniu cerca de 5 mil leigos vindos das dioceses do território cearense

Marcando o encerramento do Ano Nacional do Laicato, a I Romaria do Laicato foi realizada no domingo, 18, na cidade de São Benedito, na Diocese de Tianguá, motivando a missão dos cristãos leigos e leigas como “Sal da terra e luz do mundo”. Durante a missa de encerramento, o bispo diocesano de Sobral, Dom José Luiz Gomes de Vasconcelos, ressaltou durante a homilia a missão do leigo.
Promovido pela Comissão Episcopal Pastoral para o Laicato da CNBB Regional Nordeste 1, em comunhão com a Igreja Católica de todo o Brasil, o encontro reuniu cerca de 5 mil leigos vindos da Diocese de Sobral, da Arquidiocese de Fortaleza-CE e demais dioceses no território cearense. Houve representações das diversas pastorais sociais, organismos, novas comunidades, associações e sindicatos.
A programação teve início em Ubajara com um café-da-manhã. Em seguida, houve uma caminhada com velas e a segunda parada foi na cidade que sediou a Romaria, São Benedito. A caminhada seguiu até o Santuário de Fátima onde foi realizada celebração eucarística presidida pelo bispo da Diocese de Tianguá, Dom Francisco Edimilson, e concelebrada por Dom Vasconcelos.
Segundo o coordenador da Comissão do Laicato na Diocese de Sobral, José Maria Vasconcelos, houve cerca de 30 representantes da Diocese de Sobral vindos de 12 paróquias da Região Sede com os diversos setores, pastorais e organismos. “Durante a celebração eucarística, a Diocese de Sobral ficou responsável pela intercessão na Igreja do mundo nas preces, pela paz mundial e que a Igreja seja exemplo de unidade”. As preces foram feitas por Jardele Carcará, vice-presidente da Comissão do Laicato da Diocese de Sobral.

Coroamento
“Como é bom habitarmos como irmãos e irmãs e nos reunirmos neste Santuário para celebrarmos o Coroamento do Ano do Laicato: Vós sois o sal da terra e a luz do mundo. Esta palavra de Nosso Senhor Jesus Cristo tornou-se retumbante aos nossos ouvidos e fez vibrar em nossos corações”, ressalta Dom Vasconcelos em sua homilia durante santa missa de encerramento.
Dom Vasconcelos lembrou que no próximo domingo, 25, concluiremos o ano litúrgico com a Solenidade de Cristo Rei do Universo. “Nos últimos meses do ano litúrgico, a Igreja nos propõe um itinerário a seguir”, explica o bispo lembrando que a partir do mês de agosto começamos a vivenciar o mês das vocações. Em setembro, celebramos o mês da bíblia e, em outubro, o mês das missões. “No dia em que somos batizados, renascemos com Cristo para a vida que inicia-se naquele momento e não termina com a morte, mas se perpetua por toda a eternidade”, completa.
Lembrando o Evangelho do dia, Dom Vasconcelos lembra que após a grande tribulação, os que são trajados com vestes brancas estarão com o Senhor. “São os que vieram da grande tribulação, do combate contra o mal, o dia em que as forças do céu serão abaladas e os que se julgam astros, o sol, as estrelas todos cairão por terra. Quanta gente se julga astro, estrela e importante; todos cairão por terra e vereis o Filho do Homem vindo das nuvens com grande poder e glória e Ele enviará os anjos dos quatro cantos da terra e reunirá os eleitos de Deus. E quem são os eleitos de Deus? Todo o povo de Deus. Leigo não significa o que não sabe; leigo na linguagem da Igreja vem de laos, povo; aquele que faz parte do povo de Deus, os eleitos de Deus”.

%d blogueiros gostam disto: