Sacerdotes e leigos celebram terceiro ano de Dom Vasconcelos no governo da Diocese de Sobral

Bispo diocesano tomou posse no dia 29 de agosto de 2015, depois de ter sido auxiliar da Diocese de Fortaleza

A Diocese de Sobral está em festa. Na quarta-feira, 29, o bispo diocesano Dom José Luiz Gomes de Vasconcelos celebrou três anos no governo da Diocese de Sobral. Para celebrar a data, Dom Vasconcelos presidiu santa missa na segunda-feira, 27, no Centro de Treinamento (Cetreso) com sacerdotes de toda a Diocese e leigos no encerramento do primeiro dia do Encontro de Formação em Gestão Eclesial.
A homilia foi proferida pelo representante do clero, Pe. Marcos Uchôa. “Hoje é dia de render a Deus gratidão por este pastor que segue à frente do rebanho desta centenária Diocese. Há três anos, Dom Vasconcelos, desposastes esta Diocese e enquanto esposas reconhecemos nossas limitações e sabemos que não é fácil, que a missão do pastor é árdua e exigente”, ressalta.
Pe. Marcos relembrou ainda o desejo de Dom Vasconcelos de ir ao encontro das ovelhas, retomando o que o Papa Francisco propõe como Igreja em saída. “Estes três anos nos motivam a perceber esse desejo de uma igreja em sintonia com o Papa Francisco, evangelizadores que desbravem e que vão ao encontro das ovelhas da Diocese que estão distantes e afastadas do convívio”, garante.
É preciso, segundo Pe. Marcos, renovar sempre mais o espírito missionário. “Precisamos morrer para nascer de novo. Como diocesanos, somos convidados a uma conversão pastoral; morte e ressurreição que celebramos em cada eucaristia. Diante de todo o rebanho aqui representado, agradecemos ao Senhor por esta oportunidade de selar a aliança de compromisso e de amor”, completa.
O coordenador de Pastoral da Diocese de Sobral, Pe João Jesuíno Marques, agradeceu a Dom Vasconcelos por apascentar o rebanho a ele confiado na dimensão da caridade. “Dom Vasconcelos foi chamado a apascentar as ovelhas de Cristo, de viver o amor de Cristo na dimensão da caridade. Desafios sempre existirão, mas nós somos discípulos de Jesus Cristo e Jesus não tinha medo de ser firme. Assim deve ser o bispo nesse amor e caridade”, ressalta. Pe Jesuíno pediu ainda que o bispo diocesano ore cada vez mais pela conversão do povo de Deus a ele confiado e para que possa conduzir os diocesanos com a unção do Espírito Santo.

Apascenta minhas ovelhas
O lema episcopal de Dom José de Vasconcelos é “PASCE OVES MEAS” (Apascenta minhas ovelhas – Jo 21,17). Antes de tomar posse como bispo titular na Diocese de Sobral, Dom Vasconcelos foi nomeado pelo Santo Padre, Papa Emérito Bento XVI, como Bispo auxiliar de Fortaleza no dia 21 de março de 2012. A Sagração episcopal por Dom Fernando José Monteiro Guimarães, Bispo de Garanhuns, data do dia 11 de junho de 2012. Dom Vasconcelos foi apresentado à Arquidiocese de Fortaleza como Bispo Auxiliar em 6 de julho de 2012.
A ordenação diaconal de Dom Vasconcelos foi em 19 de agosto de 1989, domingo da Assunção de Nossa Senhora na Igreja Matriz de Águas Belas –PE e aos 09 de dezembro de 1989, foi ordenado presbítero, pela imposição das mãos de Dom Tiago Postma na Igreja matriz de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, onde fora batizado.
Dom Vasconcelos nasceu em Garanhuns (PE), aos 12 de maio de 1963, filho primogênito de José de Vasconcelos Pontes e Marlene Gomes de Vasconcelos de uma família de seis irmãos. Batizado aos 22 de maio de 1963 na Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição (hoje N. Senhora do Perpetuo Socorro, dos missionários redentoristas em Garanhuns). Na mesma paróquia recebeu a primeira comunhão. Em 1979, na Catedral de Garanhuns, foi crismado por Dom Tiago Postma. Aos 12 de outubro de 1987, por ocasião da festa de Nossa Senhora Aparecida, foi instituído leitor e acólito na Paróquia de São Roque, bairro CECAP em Guarulhos, por Dom João Bergese, bispo diocesano daquela Diocese.

%d blogueiros gostam disto: