Cardeal Tempesta de São Sebastião do Rio de Janeiro

Décimo oitavo bispo do Rio de Janeiro, sétimo arcebispo e sexto cardeal, Dom Orani João Tempesta, paulista, antes Bispo da Diocese de São José do Rio Preto, SP, (1997/2004) e Arcebispo na Arquidiocese de Belém, PA, (2004/2009). O Cardeal iniciou sua vida religiosa no silêncio de um mosteiro da Ordem Cisterciense (Mosteiro de Nossa Senhora de São Bernardo, SP), em 20/01/1968, festa do santo padroeiro de sua futura Arquidiocese do Rio de Janeiro, São Sebastião, para a qual foi nomeado Arcebispo, em 27/02/2009 e empossado a 19/04/2009, na Catedral de São Sebastião.

O Arcebispo se identificou com a Cidade e o povo do Rio de Janeiro e o povo e Cidade com ele. Foi uma sintonia perfeita. Contou-me a professora Nazareth Schäffer que Dom Orani poucos dias após a posse do novo arcebispo, no dia 1º de maio de 2009, faleceu o então médico e seminarista, hoje Servo de Deus, Guido Schäffer, filho dela, e no dia seguinte o futuro Cardeal celebrou a Missa de Exéquias e, ao final da celebração, mesmo sem conhecer a trajetória iluminada do jovem seminarista e sabendo do dele de ser sacerdote, colocou sobre as mãos deste a estola que usou na celebração, mostrando sua sensibilidade e amor ao sacerdócio, à Igreja.

Foi anfitrião do Papa Francisco, em sua primeira viagem internacional de seu pontificado, na Jornada Mundial da Juventude e, na despedida do Santo Padre, se emocionou e emocionou ao povo brasileiro, com suas palavras de saudação ao Pontífice.

Em 22/02/2014, foi elevado ao cardinalato pelo Papa Francisco, recebendo o título de Cardeal-Presbítero de Santa Maria Mãe da Providência no Monte Verde, em Roma. No Rio, Sua Eminência desenvolve um papel brilhante, atuando em todos os polos necessários da grande Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, acolhendo a todos com igualdade, com ar sereno e paternal, não se esquecendo do morador de rua, mas, também daquele que tem condições de viver melhor e a todos oferece seu abraço amigo, sua bênção cardinalícia, mas, antes de tudo, de pai, de amigo e de irmão.

Na Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, Dom Orani desenvolveu e desenvolve diversas atividades, entre as quais na Comissão Episcopal Pastoral para a Cultura, Educação e Comunicação Social (Presidente), no Conselho Episcopal Regional Norte 1 (Vice-Presidente), membro do Conselho Permanente da CNBB, do Conselho Episcopal Pastoral, do Conselho Econômico, do Conselho Episcopal Regional Leste 1 (Presidente), da Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação Social da CNBB, da Comissão Pró-Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida da CNBB, do Conselho de Comunicação Social do Congresso Nacional e do Pontifício Conselho para os Leigos. É o Grão-Prior da Nobre e Pontifícia Ordem Equestre do Santo Sepulcro de Jerusalém, função na qual me congrego com Sua Eminência, no grau de Cavaleiro, tendo sido investido ou sagrado Cavaleiro por Dom Orani, no dia 10/12/2015. Além de ser designado Acadêmico Honorário da Academia Brasileira de Hagiologia, quando estive em sua Presidência.

Já quase se encaminhando para 10 anos à frente da Arquidiocese do Rio de Janeiro, todo o povo carioca e brasileiro (o Rio é a capital sentimental e cultural do Brasil), aplaude Sua Eminência, desejando Vida Longa ao grande Pastor.

%d blogueiros gostam disto: