De Sobral à Poitiers

Palmilhando Descartes

COGITO ERGO SUM – penso, logo existo. Entre as sentenças filosóficas é uma das mais celebres do munda e marca uma data na história do pensamento. Foi Descartes, em duas obras fundamentais: o Discurso do Método e Meditações Metafísicas, que põem em dúvida todas as suas ideias. Inventa o espírito crítico, a liberdade de pensamento e funda a filosofia moderna. Descartes veio desafiar todos os argumentos de autoridade correndo o risco da fogueira como Giordano Bruno ou Galilei Galileu, obrigado a declarar publicamente que estava errado mesmo estando absolutamente certo (cicuta).
O sobralense Yan Torres Timbó Pinto realizou um segundo grau brilhante, 1º Lugar vestibular Biologia Universidade Federal do Ceará (UFC), 4º Lugar na Olimpíada Cearense de Biologia, Bolsista de intercâmbio (Programa Ciências sem Fronteiras) na Universidade do Porto, Mestrado Internacional em Ecologia Aplicada”. Programa formado pelo consórcio das seguintes universidades: Universidad de San Francisco de Quito (Equador), Christian-Albreichts Univeristat (Alemanha), Université de Poitiers (França) e Centro de Ecologia, Evolução e Alterações Ambientais (Lisboa).
À universidade de Poitiers coube coordenar e conceder o grau do título de mestre em Ecologia Aplicada. Essa universidade tem como aluno celebre Descartes. Os filósofos, quaisquer que sejam sua linha, têm que prestar reverência a Descartes. Daí o verdadeiro culto a sua memória pelas gerações sucessivas de estudantes de Poitiers.
Vale ressaltar que no boletim escolar de YAN TORRES TIMBO PINTO, 7 anos, segunda série, a professora, de próprio punho, relata a cima.


BIOLOGIA – Profético.
Para entrega do título duas irmãs tiveram que sobrevoar o atlântico, e estar em Poitiers no dia 13 de setembro passado a fim de participar das solenidades de entrega do mestrado em Ecologia Aplicada a Yan Torres Timbó Pinto. Uma, mãe Ya Mendes Torres, assistente social do INSS, e a outra Tia estimuladora, Jerzuí Mendes Tomaz, psicanalista, doutora em letras e linguística e Professora da Universidade Federal de Alagoas e escritora. E ainda representante do mais entusiasta pelas vitórias do neto, seu avô, Jerônimo Torres.
Ao final das solenidades houve a confraternização que reuniu os representantes das 21 nações que compõem o programa, do qual participou as Torres de Sobral – Ya Mendes, Jerzuí Mendes e Raíssa Mendes. E ao final falou em nome da família Raíssa Tomaz, neta do avo Jerônimo Torres (cadeirante).

%d blogueiros gostam disto: