Diocese de Sobral comemora 63 anos de Ordenação Presbiteral do Monsenhor Sadoc

Por João Batista Aragão (colaborador da Rádio Olinda)
A expressão em latim “Estobrevisetplacebis”, (sê breve e agradarás), nos mostra que na brevidade das palavras em uma conferência ou até na escrita, você agradará aos ouvintes e leitores. Agradar ao público sempre é uma preocupação do escritor. As vezes não podemos ser breves, por conta da magnitude do teor da mensagem, hoje serei breve, não pelo fato do teor da mensagem seja de importância menor, ao contrário, serei sucinto pelos vários escritos que possuímos do nosso homenageado, inobstante, nada mais justo do que homenageá-lo nesta data (25/02/2019), dia em que rendemos graças a Deuspelos 63 anos de ordenação presbiteral do nosso amado Mons.Sadoc. Sua vida fora doada sem medidas as duas colunas que no mundo sustentama cultura e a verdade, a Igreja Católica e a Universidade, como ele mesmo gostava de nos lembrar. Mesmo afastado de suas funções pastorais não por vontade própria, mas por conta de enfermidade e idade, continua a ser instrumento de evangelização, como diz a canção de um músico católico, “silêncio de profeta, fala mais que mil canções”, o silêncio do nosso pároco emérito da Paróquia do Cristo Ressuscitado, fala muito aos nossos corações, de forma suave e intensa. Tive a oportunidade de com ele conviver e trabalhar, sempre na evangelização, seja na paróquia ou rádio,tenho muito a falar do que ouvi e vi, mas aqui quero elencar três qualidades do nosso querido Pe. Sadoc. Sua amabilidade e delicadeza no trato para com as pessoas, sua envergadura intelectual e sua generosidade (mais do que dar, dar-se). Sempre amável e delicado ao receber as pessoas que a ele recorriam seja para um atendimento de orientação religiosa, confissão ou até mesmo uma simples conversa, sou testemunha de quanto “perdia” seu tempo naquela cadeira à porta do refeitório, atendendo a todos, sem fazer distinção de pessoas. Sua envergadura intelectual, o ato hercúleo, juntamente com outras pessoas notáveis, ter fundado a Universidade Estadual Vale do Acaraú, onde a maioria dos sobralenses e Região Norteestudam, sendo até hoje instituição de ensino para o futuro clero dessa distinta e dileta diocese. Fundou a Rádio Ressurreição, uma emissora com um nível qualificado de cultura e ensino, ajudando aqueles que não podem frequentar a Igreja Católica, os centros de ensino e cultura, emissora fundada com o intuito único de formar e evangelizar. Terceiro e não menos importante, sua generosidade em tudo, dar-se totalmente pela causa do evangelho, inspirado por Deus e sempre tendo como modelo o Servo de Deus Padre Ibiapina, tem uma vida simples, despojada de coisas supérfluas, vivendo com o necessário para ter uma vida digna, sempre me relatou que tinha mais do que precisava e que devia tudo a Igreja Católica, o que ele conseguiu foi através da Santa Igreja, que sempre o ajudou e por isso, tudo que ele possui, deixará para a mesma Igreja. Isso mostra o amor que este nobre sacerdote possui por sua amada Igreja. Homem de coragem, místico, intelectual, de tantos títulos, possuidor de elevada força moral, gastou sua vida a serviço do próximo. Hoje, no dia (25/02) em que comemoramos 63 anos de ordenação presbiteral de um dos padres mais conhecidos da Região Norte do Estado do Ceará,possamos fazer uma prece especial a Deus em intenção a Mons. Sadoc e pedir também que suscite novas e santas vocações para Diocese de Sobral, que tomando por modelo nosso querido Pe. Sadoc, tenhamos homens intelectuais a serviço do próximo, pastores comprometidos em servir a Igreja e que tudo aquilo que aprendam, coloquem a serviço do Reino de Deus. Parabéns Mons. Sadoc!
Parabéns a todos os diocesanos de Sobral por ser alegrarem e comemorarem a festa de um dos ícones da Igreja Particular de Sobral.

%d blogueiros gostam disto: