Dom Vasconcelos recebe título de cidadão sobralense na Câmara Municipal

Sétimo bispo de Sobral, Dom Vasconcelos é natural de Garanhuns (PE). Solenidade foi realizada no Plenário 5 de Julho da Câmara Municipal

Natural de Garanhuns (PE), Dom José Luiz Gomes de Vasconcelos, é incansável no serviço de amor ao povo de Deus como bispo da Diocese de Sobral. Em sessão solene no Plenário 5 de Julho da Câmara Municipal de Sobral, o bispo recebeu o título de cidadania sobralense na quarta-feira, 4. A proposição foi do presidente da casa legislativa, vereador Paulo Vasconcelos. Além dos vereadores, sessão contou com a presença da vice-governadora Izolda Cela, que também foi homenageada, da vice-prefeita Christianne Coelho, além do deputado federal Leônidas Cristino e do deputado estadual Ferreira Aragão. Foram concedidos 16 títulos de cidadania e 4 menções honrosas.

Dom Vasconcelos disse estar honrado ao receber o título de cidadania sobralense. “Se nesse dia memorável a Câmara Municipal concede a mim ser sobralense, considero-me não filho da terra, mas membro deste povo. Meu coração transborda de alegria. Quero ser sobralense, viver como sobralense, morrer como sobralense. Quero ser povo com esse povo, cidadão com todos os cidadãos e cidadãs que têm seus direitos esquecidos ou negados. Quero dedicar minha vida para que todos conheçam Cristo Jesus e o amem e o sigam porque Ele é o caminho, a verdade e a vida. Quero ser um dom de Deus, uma dádiva de Deus porque dádiva maior Deus já me deu inserindo-me nessa história de lutas, conquistas, e edificações e serviços prestado aos mais sofridos. História de vida e salvação nessas terras sobralenses.”

O bispo também lembrou que para os cristãos o conceito de cidadania tem um aspecto espiritual e social. “O sentido espiritual de cidadania para os cristãos é que receberam a missão do divino mestre de serem na sociedade em que vivem sal da terra e luz do mundo, fermento na massa com a missão de semear em meio à sociedade os valores cristãos. Eles vivem suas obrigações de cidadãos, pagando os impostos e trabalhando,  mas sabem que a verdadeira cidadania está no céu”, ressalta. No aspecto social, ser cidadão é ter “direitos e deveres reconhecidos e cumpridos.”

Sobral já era uma cidade conhecida por Dom Vasconcelos em sua infância em virtude do bispo mártir de Garanhuns, Dom Francisco Expedito Lopes, reconhecido como servo de Deus e em  com processo de beatificação. Dom Expedito nasceu no Sítio Palestina em Sobral no dia 8 de julho de 1914 e foi assassinado em 1º de julho de 1957 pelo Pe. Hosana de Siqueira e Silva, suspenso de ordem devido viver um concubinato e ter sido advertido pelo zeloso e santo bispo. Por providência divina, no dia 8 de julho de 2015, dia em que Dom Expedito completaria 101 anos se vivo fosse e por ocasião do primeiro centenário da Diocese de Sobral, o Papa Francisco nomeou Dom Vasconcelos sétimo bispo diocesano de Sobral.

“Não poderia deixar de ler nesse acontecimento algo mais forte do que uma coincidência, mas um ato da providência divina. É como se a Diocese de Garanhuns, que este ano comemora o seu centenário, quisesse presentear a Diocese de Sobral com um bispo, pois um bispo sobralense derramou seu sangue no cumprimento do seu dever na terra dos Garanhuns. Aqui fui calorosamente e festivamente acolhido com os seguintes propósitos no coração: conhecer, amar e servir o povo desta já amada e venerada terra. Três anos de passaram e continuo com o mesmo propósito”, ressalta.

Homenagem

Em nome da Câmara Municipal, o vereador José Crisostomo Barroso Ibiapina (Zezão) homenageou os novos cidadãos sobralenses. “Manifesto orgulho de ser filho desta terra e poder contribuir para que este lugar seja cada vez melhor”, destaca. O vereador lembrou as belezas naturais da terra e sua vocação como pólo industrial que gera desenvolvimento contínuo e lembrou que Sobral sempre teve filhos ilustres e grandes nomes nas diversas áreas. Zezão também exaltou as características dos agraciados. “Esses são os novos cidadãos sobralenses, pessoas que contribuem com Sobral. Parabéns, Sobral, minha terra amada.”

A vice-prefeita Christianne Coelho, lembrou que é massapeense de nascimento, mas também recebeu o título de cidadania sobralense. “Sobral recebe tão bem os que aqui chegam que fez de mim a primeira vice-prefeita desta cidade”, ressalta. Ela lembrou ainda que os agraciados têm um compromisso cidadão com a cidade. “Os novos cidadãos sobralenses não recebem esse título apenas pelo seu fazer técnico, mas pelo seu compromisso ético e cidadão”, garante.

Lista de agraciados:

Cidadania sobralense: Dom José Luiz Gomes de Vasconcelos, Dr. Gilberto Alves Feijão, Dr. Maurício Holanda Maia, Dr. Aldenor Sombra de Oliveira, Dra.Janayna Marques de Oliveira e Silva, Sr. Francisco Ismael Moreira, Raimundo Evandro Ximenes Martins, Dr. João Augusto Leitão Filho, Dr. José Antônio de Lima Neto, Paulo Roberto Lacerda Leal, Francisco de Assis de Oliveira, Raimundo Silva Ferreira, Sra. Poliana de Queiróz Martiniano, Dr. William Kardec Alves Pereira, Dra. Liduina Maria Gomes e Sr. Antonio Gouveia Júnior.

Menções Honrosas: José Leônidas de Meneses Cristino (Deputado Federal), Maria Izolda Cela de Arruda Coelho (vice-governadora), José Cavalcante da Ponte e Raimundo Nonato Ferreira Aragão.

%d blogueiros gostam disto: