Dr. Erivaldo Mororó sucessor de Luiz Torquato no Guarany

Dr. Erivaldo guarany de Sobral

2016 não foi um ano nada agradável para o Guarany que sempre enfrentou bons e maus momentos financeiros ainda que seja respaldado pela prefeitura de Sobral e conte com um patrocinador forte como a Unimed Sobral.

Este ano já passaram pela diretoria executiva dois presidentes e terminará 2016 com o terceiro que será eleito dia 6 de dezembro em uma nova eleição por força da renúncia do presidente Luiz Torquato que se despediu de vez do cargo no dia 28 de novembro. Eleito no dia 14 de maio para cumprir um mandato de dois anos, Luiz Torquato manteve-se na presidência por um período de dois meses e quatro dias, pois já no dia 18 do mesmo mês, dava entrada de um pedido de licença de cem dias, transferindo o cargo para o seu vice-presidente Hélio da Farmácia, que aceitou o desafio e inscreveu o Guarany na Taça Fares Lopes e a garotada do Sub-17 no campeonato estadual da categoria.

Encerrados os cem dias de licença, Torquato reassumiu a presidência do clube no dia 26 de outubro, mas demorou por pouco tempo, porque no dia 28 de novembro utilizou os faces e as redes sociais para anunciar a sua renúncia em caráter irrevogável, pondo fim o ciclo da família Torquato no bugre sobralense.

Diante do fato o presidente do Conselho Deliberativo, Carlos, marcou para 6 de dezembro, nova eleição utilizando os procedimentos de eleições anteriores, só que desta vez acontecerá de 8h ao meio dia no auditório da Câmara Municipal de Sobral. Estipulou também para este sábado, 3, o fim do prazo para inscrição de chapas lançadas por candidatos pretensos a disputa das eleições do Guarany, dia 6 deste mês. Horas após saber da renúncia de Luiz Torquato, o Dr. Erivaldo Mororó se manifestava e a partir de então passou a trabalhar sua candidatura a presidência do Guarany, com aprovação quase total dos torcedores. A última vez que Dr. Erivaldo Mororó assumiu  o Guarany foi em março deste ano em substituição ao Veras, que na época havia sido afastado do cargo, por decisão do Tribunal de Justiça Desportiva do Estado do Ceará (TJDF-CE), que o puniu com 500 dias de suspensão equivalente a um ano, 4 meses e 15 dias, além de multá-lo em R$ 5.000,00 (cinco mil reais), fato que ocorreu em 29 de fevereiro de 2016.

Naquela ocasião foram convidados para compor a diretoria os desportistas Amarildo Aragão, Hélio da Farmácia, Camilo Junior, Igor Bezerra e Dr. Tiago Donato, responsável pelo departamento jurídico. Em abril por força de uma liminar o Veras voltou a assumir o Guarany, tomando o lugar do Dr. Erivaldo que mais uma vez se decepcionou e jurou que só retornaria ao Guarany, em caso de uma renúncia do Veras ou em caso de uma nova eleição.

A vez chegou e Dr. Erivaldo deve sentir o gosto de ser eleito pela primeira vez presidente do Cacique do Vale. Ele terá como companheiro de chapa, o empresário Amarildo Aragão e convidará para compor a diretoria Igor Bezerra e Camilo Junior.

Em matéria de reforços sabe-se que cinco nomes, por enquanto estão agendados, porém, estão guardados em absoluto segredo, estratégia adotada por Erivaldo Mororó, que no entanto faz questão de frisar que o técnico deve ser mesmo Filinto Holanda que virá de Goiás.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: