Festa do Menino Deus traz convite à santidade

O convite permanente do Senhor à santidade é a temática da Festa do Menino Deus 2018 cujo tema é “Com o Menino Deus, rumo à santidade” e o lema “Sede pois santo, pois eu sou santo” (Lv 11,45). A programação de novenas e missas teve início no domingo, 16, e segue até o dia 25 com a Missa Solene do Natal do Senhor, na Catedral de Nossa Senhora da Conceição (Sé).
As novenas e missas acontecem diariamente às 18h nos dias de semana e às 18h30 aos sábados e domingos. Na última novena, na véspera de Natal, 24 de dezembro, novena e missa será às 18h. No dia de Natal, haverá santa missa às 9h, às 16h. Às 18h haverá a Procissão do Menino Deus seguido de santa missa de Natal às 19h. Também no dia 31 de dezembro, véspera de Ano Novo, haverá santa missa às 20h30. No primeiro dia do ano, haverá missa às 9h, 16h e 19h.
“Com este convite do Senhor, queremos também convidar a você e sua família para participar deste tempo de preparação do Natal do senhor. É um convite permanente que o Senhor nos faz a cada dia, chamando-nos à Santidade. Celebrar a festa do Menino Deus que culmina com o seu Natal é reacender aquela luz da estrela de Belém em nossas vidas. A mesma estrela que conduziu os pastores e os Reis magos conduzindo-os à gruta onde o Salvador acabara de nascer. Vamos juntos à gruta para ouvir a Palavra do Verbo que se fez carne e voltemos por novos caminhos, com novos passos. Com uma sede de trilharmos o caminho que nos conduza à santidade já nesta vida. A realidade nos apresenta obstáculos, desafios e oportunidades, a decisão é de cada um. A nossa vocação é a santidade”, diz o texto de convite da Festa do Menino Deus assinado pelo pároco da Catedral, Pe. Lucione Queiroz, pelo vigário da Catedral, Pe. Herlandino Sampaio e Irmã Fátima Cunha, coordenadora da Comunidade do Menino Deus.

Devoção ao Menino Jesus de Praga
Menino Jesus de Praga é uma devoção que existe na cidade de Praga, na antiga Tchecoslováquia. Hoje Praga é a capital da chamada República Checa. A imagem fica na Igreja de Nossa Senhora Vitoriosa. Vilem de Rozumberk, Imperador da Tchecoslowáquia, fundou um Convento Carmelita após conseguir grande vitória numa batalha importante. Foi um ato de agradecimento.
A ligação da devoção ao Menino Jesus e os carmelitas já vinha de longa data. Santa Tereza D’Ávila, diz a tradição, teria sido a primeira pessoa a vestir o Menino Jesus com roupas de rei. Foi ela quem introduziu a devoção ao menino Jesus nos conventos carmelitas.
Conta-se que a mãe da Princesa Polixene Lobkwitz , que era espanhola, tinha ganho a imagem da própria Santa Tereza D’Ávila. Quando Polixene se casou com um nobre tcheco, ganhou a imagem de sua mãe e a levou para a Tchecoslowáquia. Antes de sua morte, a princesa fez questão de dar a imagem aos carmelitas, como uma homenagem a Santa Tereza.

Invasão
No ano de 1630, a violência assolou a cidade de Praga. Os protestantes aliados ao rei da Suécia invadiram e saquearam a cidade. Todos fugiram, inclusive os carmelitas. A imagem do Menino Jesus foi jogada atrás do altar. Ali ela permaneceu por mais de sete anos. Todos pensavam que ela tinha sido destruída pelos invasores.
Depois de mais de sete anos da invasão protestante, quando a poeira já havia baixado, um carmelita, Padre Cirilo, voltou para o convento em Praga e encontrou a imagem perdida. Ela estava com as duas mãos quebradas. Feliz, o Padre a recolocou na igreja de Nossa Senhora das vitórias. Certo dia, quando o padre Cirilo estava em profunda oração, ouviu uma voz que lhe dizia: Tem piedade de mim e eu terei de ti. Restitui-me as minhas mãos e eu vos darei a paz. Quanto mais me honrardes, mais eu vos favorecerei.
Em outro dia de profunda oração e súplicas o padre ouviu o Menino Jesus lhe dizer: Põe-me à entrada da sacristia e alguém terá piedade de mim. Então um senhor muito rico chegou ali e se ofereceu para restaurar a imagem. Quando ela ficou pronta, foi entronizada na mesma igreja em que estava e o convento passou a ter dias melhores.
Por causa deste acontecimento a devoção ao menino Jesus de Praga começou a se estender pela redondeza. Vários milagres começaram a acontecer quando os fiéis rezavam ao Menino Jesus de Praga. Por isso, a devoção se espalhou por toda a Europa e depois para o mundo. Ainda hoje, a cidade de Praga é famosa por causa da devoção ao Menino Jesus de Praga.
Foram os padres carmelitas que trouxeram uma imagem e a devoção ao menino Jesus de Praga para o Brasil. Ela chegou primeiro na cidade do Rio de Janeiro. Lá, ela foi entronizada na Basílica de Santa Terezinha. Os carmelitas difundiram a promessa do Menino Jesus: Quanto mais me honrardes, tanto mais vos favorecerei. Por causa dessa promessa, a devoção se tornou cada vez mais conhecida em muitos lugares.

%d blogueiros gostam disto: