Frei Glauber Pinheiro é empossado como novo reitor do Santuário Diocesano de São Francisco em Sobral

Na celebração presidida por Dom Vasconcelos, o novo reitor renovou as promessas sacerdotais e recebeu símbolos, como água, estola e chave do sacrário, que o guiarão na missão de ensinar, santificar e governar o povo de Deus

Com a presença massiva da comunidade, seminaristas e frades capuchinhos, o bispo da diocese de Sobral Dom José Luiz Gomes de Vasconcelos presidiu na tarde do domingo (17) a celebração de posse do novo reitor do Santuário Diocesano de São Francisco em Sobral. Frei Glauber Pinheiro renovou suas promessas sacerdotais e recebeu das mãos do bispo objetos essenciais no zelo pela administração da parcela do povo de Deus que lhe foi confiada.
Dom Vasconcelos agradeceu o “sim” dado por Frei Glauber para conduzir e servir durante o triênio 2019-2022 os fiéis que procuram atendimentos no Santuário São Francisco, que comemora neste ano o jubileu de 60 anos da presença dos frades capuchinhos como missionários no local. Em sua homilia, o bispo lembrou o tempo litúrgico que a igreja vive: “A quaresma nos prepara para a Páscoa, que é o centro da vida litúrgica e cristã. A Páscoa é o acontecimento mais importante da vida de um cristão. A vitória do bem sobre o mal, da graça sobre o pecado, da luz sobre as trevas e, da vida sobre a morte. Quando nos preparamos para a Páscoa significa que estamos nos preparando para a Páscoa existencial, que significa passagem. É necessário permitir que o Senhor passe: Penetre a nossa vida interior; para que isso ocorra precisamos seguir os passos de nosso Senhor Jesus Cristo”, ressalta.
O santuário São Francisco é uma igreja referencial na cidade e diocese de sobral. De acordo com Dom Vasconcelos é um ambiente que precisa ser zelado com serviço e dedicação: “É um espaço onde podemos sempre buscar e receber a misericórdia e o perdão de Deus, ligado aos ensinamentos da palavra concreta. Direcionar amor aos mais pobres, marginalizados e excluídos da sociedade”, enfatiza pedindo paciência, perseverança e esperança para o nascimento de bons frutos plantados no tempo certo.

Ritos
Frei Glauber Pinheiro renovou suas promessas sacerdotais, representando o objetivo de ensinar, santificar e governar o povo de Deus. Das mãos do bispo diocesano recebeu de forma simbólica a água, por meio da qual ministrará o sacramento do batismo. Recebeu também a estola roxa, que consiste em administrar os sacramento da Penitência (como a confissão – distribuição de riquezas da misericórdia de Deus aos pecadores). Recebeu ainda a chave do Sacrário, para lembrar-se de zelar e adorar com todo cuidado o lugar onde está Jesus e, fazer da Eucaristia ápice da vida espiritual dos fiéis.

Novo reitor
Segundo Frei Glauber, ser empossado como novo reitor não significa nenhuma promoção que gere grandiosidade: “Ser reitor não é um degrau que sobe, é um serviço. Recebi aqueles sinais (vasilha de água, estola, chave do sacrário) para lembrar da missão. O reitor deve atender espiritualmente o povo. Ele é o responsável juridicamente para atender o povo de Deus; principalmente aqui, que é uma igreja tão querida, onde atendemos toda a diocese de Sobral. Temos confissões, de segunda a sexta a partir das 16 horas; onde quatro frades capuchinhos acolhem muitos devotos”, aponta ele.
O sentimento de Frei Glauber resume-se em alegria de poder está colaborando com a igreja de Cristo, poder contribuir na assistência do povo de Deus, principalmente no Santuário assistido pelos capuchinhos: “Temos um trabalho da Liga do Pão de Santo Antônio, onde distribuímos 38 cestas básicas por semana; é um momento de espiritualidade onde atendemos famílias carentes. Não é só oração, é ação. A fé sem obras é morta como dizia São Tiago”, conclui o novo reitor.

%d blogueiros gostam disto: