Jovem médico que presta atendimento em Forquilha dá exemplo para a profissão

Fala-se muito da falta de humanização no atendimento do profissional médico, embora o pensamento venha mudando nos últimos tempos, ainda reclama-se demais da postura de alguns profissionais médicos diante dos seus pacientes, principalmente tratando-se da rede pública. É sabido, também, que dependendo das circunstâncias, uma série de fatores colaboram para que o atendimento na rede pública seja mais técnico, desviado do que preconiza o juramento de Hipócrates, e às vezes bem pouco ético.

Enfim, o parágrafo acima não se trata de aprofundar-se num ensaio crítico sobre a prática médica, haja vista que esta é infinitamente complexa e busca-se, por fim, salvar vidas. Trata-se de um pequena reflexão para mostrar que o profissional médico, conforme a ótica do paciente, que por ele for tratado e/ou atendido, e a forma de como se dá o atendimento será considerado um “anjo” ou um “monstro”.

É de conhecimento de todos que a saúde pública no País anda muito mal e como os profissionais de todas categorias da saúde, que nela estão inseridos, são atormentados diante das limitações ou escassez de recursos. Diante do quadro atual, os médicos não fogem à regra da tormenta em que se transformou a assistência à saúde pública no Brasil. Entretanto, vez por outra, nos deparamos com atitudes de médicos que cumprem à risca o juramento de Hipócrates, com ações de extrema entrega profissional e de pura doação, que vão além das expectativas daqueles que os criticam por falta de humanização.

Jovem médico leva paciente

Dr. Ìtalo ramos carrega paciente nos braços para outro local.
Este texto não trata-se de homenagem ou heroicização do médico responsável por este atendimento, mas um reconhecimento a todos os médicos que se identificaram nesta atitude do Dr Ítalo Ramos.É neste contexto que o Blog Encontro Com a Saúde registra o momento de um atendimento realizado pelo médico Dr. Ítalo Ramos, que realiza sua atividades na vizinha cidade de Forquilha na Unidade Básica de Saúde de Campo Novo. Aqui, no registro, o Dr. Ítalo Ramos presta o primeiro atendimento a um agricultor, um senhor idoso, que passou mal durante a labuta em seu roçado. Despojado de qualquer vaidade, o jovem médico entra na mata, presta o socorro, e depois, em uma atitude cidadã, generosa e humanizada, leva nos braços o paciente para um local mais adequado para complementar o atendimento.

Vanderley Moreira – JPC-CE1641

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: