Receita Federal credita um total de R$ 67,3 milhões na conta de 44.114 cearenses

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deve acessar a página da Receita na internet ou ligar para o Receitafone, número 146

A professora Maria Oliveira tem um destino certo para a restituição do Imposto de Renda: comprar remédios e fazer um exame necessário ao tratamento de saúde que está realizando. “Veio em uma boa hora. Não sabia como ia pagar esse exame”, afirma. Como ela, 44.114 cearenses foram beneficiados com o quarto lote de restituições do Imposto de Renda 2018. O valor total creditado nas contas dos cearenses nesta semana soma R$ 67.304.369,64 (R$ 67,3 milhões).
Do total de beneficiados, 96%, ou 42.362, são declarantes do Imposto de Renda Pessoa Física 2018, totalizando R$ 61,99 milhões, a ser restituídos com correção pela taxa Selic de 3,15%. Para as 1.752 declarações restantes, referentes a declarações entregues entre 2017 e 2008, que totalizam R$ 5,305 milhões, o índice de atualização monetária varia entre 10,98 (2017) e 105,27% (2008).
Os 1014 contribuintes que recebem agora a restituição de 2017 somam um montante de R$ 2.642.553,24 com uma correção de 10,98% (maio de 2017 a setembro de 2018). Remanescentes de 2016 são 415 contribuintes que receberão um valor total de R$ 1.502.575,93 corrigido em 23,70% (maio de 2016 a setembro de 2018).
Em todo o País, mais de 2,6 milhões de contribuintes receberam o crédito referente ao quarto lote de restituições do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) de 2018. O valor total liberado é R$ 3,3 bilhões. O lote também contempla restituições residuais dos exercícios de 2008 a 2017.
As restituições são corrigidas pela Selic (juros básicos da economia) acumulada desde o mês de entrega da declaração até setembro deste ano. A correção varia de 3,15% – para as declarações entregues em maio deste ano – até 105,27% para os contribuintes que estavam na malha fina desde 2008.
Do valor total creditado, R$ 219,3 milhões são destinados a contribuintes com prioridade: 4.863 idosos acima de 80 anos, 36.308 entre 60 e 79 anos, 5.490 com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave e 18.409 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

Consulte sua restituição
Para saber se teve a restituição liberada, o contribuinte deve acessar a página da Receita (http://www.receita.fazenda.gov.br). Usuários de tablet ou smarthphone com acesso à internet podem baixar o aplicativo “Pessoa Física”, que permite a consulta da restituição ou, ainda, ligar para o Receitafone 146.
A restituição fica disponível no banco por um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá requerê-la pela internet, no formulário eletrônico – Pedido de Pagamento e Restituição (Peres), ou diretamente no e-CAC, no link extrato de processamento da Dirpf.
Caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá contatar pessoalmente qualquer agência do BB ou ligar para a Central de Atendimento por meio do telefone 0800-729-0001 e 0800-729-0088 (deficientes auditivos), para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco. (Com informações da Receita Federal e da Agência Brasil)

%d blogueiros gostam disto: