Renascer 2019 supera público de seis mil pessoas

Santa missa de encerramento presidida por Dom Vasconcelos foi ponto alto da programação do retiro realizado desde o sábado, 2, até a terça-feira, 5

Assessoria de Comunicação
Shalom Sobral

Viver um Carnaval diferente com uma alegria que não passa foi a escolha de um público superior a seis mil pessoas que desfrutou de uma programação diversificada no Renascer 2019, retiro de Carnaval organizado pela Comunidade Católica Shalom.  O evento foi realizado desde o sábado, 2, até a terça-feira, 5, na Escola José da Matta, no bairro Campo dos Velhos, em Sobral, e em quatro irradiações: Forquilha, Massapê, Coreaú e Alcântaras. O ponto alto da programação em Sobral foi a santa missa de encerramento presidida pelo bispo diocesano Dom José Luiz Gomes de Vasconcelos e concelebrada pelos sacerdotes da Comunidade Shalom, Pe. Paulo Henrique Morais, Pe. Bonifácio Matos e Pe. Denys Lima.
Tendo como objetivo proporcionar uma experiência de amor, o Renascer é um evento para toda família. O evento contou com momentos de animação, louvor, oração, adoração ao Santíssimo Sacramento, cursos, Seminário de Vida no Espírito Santo, pregação com o tema central “Cristo é a nossa Paz”, santa missa, espaço Kids, confissão, oração e aconselhamento, além de estandes temáticos. Neste ano, uma novidade foram os shows. No domingo, 3, o Renascer Sobral contou com o DJ Emanuel. Na segunda-feira, 4, foi a vez de subir ao palco o Forró Chama Viva e encerrando a programação na terça-feira, 5, com o Swing Leva Deus.
A programação de shows foi uma novidade imprescindível este ano, segundo o responsável pela Comunidade Shalom em Sobral, Rodielson Silva. “A avaliação do Renascer é bastante positiva. Tivemos a alegria este ano de apostar nas noites temáticas, algo que já acontece no Renascer de Fortaleza,  Quixadá e outras missões e tivemos uma resposta muito boa dos nossos irmãos de serviço e do público em geral. Quero ressaltar a graça do conjunto do serviço de engajamento da Comunidade. Irmãos adultos, jovens que serviram desde acolhimento, limpeza, artes para o sucesso do Renascer”, destacou.
A coordenadora apostólica do Shalom Sobral, responsável pelas ações de evangelização da missão, Glaucianne Santos, explicou que houve uma boa participação do público nos quatro dias do evento, tendo como pontos altos da programação as celebrações eucarísticas. “Passou pelo Renascer em Sobral por dia uma média de 400 pessoas, sendo a missa o momento mais forte. Foram 4 irradiações: Forquilha, Massapê, Coreaú e Alcântaras. Sempre os momentos mais fortes foram as missas, com uma média de 300 pessoas por dia em cada um dos locais”, destaca. Na oração de efusão do Seminário de Vida no Espírito Santo em Sobral estiveram presentes cerca de 90 pessoas. Foram 70 participantes dos três cursos com temas dedicados a jovens, a casais e um de espiritualidade: Como Perdoar. Foram 160 confissões e 55 crianças no Espaço Kids.
Durante as manhãs do Renascer Sobral o missionário da Comunidade Shalom, Padre Denys Limas, pregou sobre o tema central do evento. Neste ano o tema abordado foi ‘Cristo é a nossa Paz’. Em sua palestra, Padre Denys fez questionamentos sobre a paz que o mundo oferece e afirmou “a verdadeira paz é o encontro do homem com Deus, longe de Deus somos como peixe fora d’água”. A missa de abertura foi presidida pelo padre Paulo Henrique. Na sua homilia, o sacerdote ressaltou: “As pessoas querem preencher suas vidas com alegrias do mundo, mas é a experiência com o Espírito Santo que nos dá uma alegria eterna para sempre”.

Louvar a Deus
Em sua homilia da santa missa de encerramento, Dom Vasconcelos louvou a Deus pelos retiros de Carnaval que se espalham pela Diocese e explicou que após o Carnaval os cristãos são chamados a vivenciar um outro retiro espiritual: a quaresma. “Graças a Deus os retiros têm se tornado quase culturais. Nosso povo não se sente tão atraído para as festividades mundanas, mas aproveita esse feriado para se encontrar com o Senhor. A partir da Quarta Feira de Cinzas, vamos iniciar outro retiro de 40 dias com uma palavra: Convertei-vos e crede no Evangelho. Este é o apelo que o Senhor nos faz e Ele não despreza um coração arrependido”, define.
Chamados a viver o jejum, a oração e a caridade, os cristãos devem se preparar para a vivência da Páscoa, centro da nossa fé. “O Santo Padre nos escreveu uma mensagem para a quaresma para que este tempo seja de fato o que pretende ser, uma preparação para a Páscoa. Que a Quaresma nos prepare para nos revestirmos do homem novo e vivermos já aqui e agora as realidades do céu. A criação inteira e a humanidade geme e chora esperando a manifestação dos filhos de Deus. É o convite que o Senhor nos faz. Ele quer que manifestemos a sua presença, uma epifania para que o mundo creia. Como é importante não nos acomodarmos, mas darmos um passo a mais”, explica.
Refletindo acerca das leituras do dia, o bispo diocesano ressaltou que de nada adiantam os sacrifícios se não nos deixarmos transformar pela ação do Espírito Santo. Comparando os sacrifícios do Antigo Testamento com a nova Aliança trazida por Cristo, Dom Vasconcelos destacou que é preciso viver a dimensão pascal revestidos do homem novo. “Jesus é a palavra definitiva do Pai e quem encontrou o Reino, achou um tesouro. É preciso viver na perspectiva do Ressuscitado, revestido do homem novo, da dimensão pascal e encontrar em Jesus o seu tudo”, destaca. Dom Vasconcelos explicou que o Evangelho do dia, no qual Pedro pergunta qual a recompensa por segui-lo é a continuação do Evangelho do jovem rico. “Talvez não fosse tão oportuna essa pergunta. Deus vai se revelando, mas não queiramos comprar a Deus. Santa Teresinha nos lembra que o amor deve ser gratuito e não busca seus interesses. Não quero amar para receber algo em troca, mas quero amar a Deus gratuitamente”, completa.

%d blogueiros gostam disto: