Sobral é quinto município do Ceará com maior incidência de raios; saiba como se proteger

O Ceará alcançou a marca de 12.718 raios neste ano apenas nos meses de janeiro e fevereiro. Sobral registrou 246 descargas elétricas

O Ceará alcançou a marca de 12.718 raios neste ano apenas nos meses de janeiro e fevereiro. Destes, 9.462 foram registrados somente em fevereiro. Sobral figura como o quinto município com maior incidência de raios com 276. Os primeiros lugares no ranking são os municípios de Santa Quitéria (732), seguido de Granja (483), Crateús (463) e Tamboril (330). Em 2017, foram registradas 72.838 descargas atmosféricas em todo o Estado. Granja foi o município com mais incidências, com 5.222 raios. Os dados são do Sistema de Monitoramento de Descargas Atmosféricas da Enel Distribuição Ceará.

Durante as tempestades, é preciso tomar alguns cuidados dentro e fora de casa.

Outra dica é o uso do para-raio, segundo o gerente comercial na Hecon Sobral, Kaique Matos. Ele explica que a função do equipamento é proteger os aparelhos elétricos de sofrer fortes descargas elétricas, além de reduzir a chance de queima dos aparelhos. No entanto, somente o para-raios não é suficiente. “Além do para-raio, deve ser utilizado os DPS (Dispositivos de Proteção Contra Surtos), que são equipamentos desenvolvidos para detectar sobretensões na rede elétrica”, explica. A instalação de para-raios é obrigatória em prédios de até dois andares, mas por segurança é importante prevenir, instalando o equipamento inclusive em residências para reduzir o risco de pessoas e eletros de serem atingidos.

Dicas para evitar acidentes e prejuízos

Cuidados dentro de casa durante tempestade:

– Evitar o uso do celular, secador de cabelo e ferro elétrico conectados à tomada;

– Evitar uso de chuveiro ou torneira elétrica;

– Se houver queda de raios, retirar os aparelhos da tomada.

– Evitar consertos de instalações elétricas;

– Se possível, permanecer dentro de casa enquanto a tempestade durar.

Cuidados fora de casa durante tempestade:

– Evitar contato com objetos metálicos, como cercas de arame, tubos metálicos e principalmente linhas telefônicas ou elétricas;

– Evitar estar em locais como campos abertos, piscinas, lagos, praias, árvores isoladas, postes e locais elevados;

– Instalar para-raios e DPS (Dispositivos de Proteção Contra Surtos).

%d blogueiros gostam disto: