PARABÉNS, MAMÃES!

Poucas e Boas - 07.05.16 - Artemísio da Costa e dona Gerarda - Tópico 1

Há várias tentativas de explicar a origem da data que se comemora amanhã. A mais antiga comemoração do Dia das Mães é mitológica. Na Grécia antiga, a entrada da primavera era festejada em honra de Rhea, a Mãe dos Deuses. Os romanos festejavam em março a “Matronalia”. Tempos depois, no início do século XVII, a Inglaterra passou a dedicar o quarto domingo da Quaresma às mães das operárias inglesas. Nos Estados Unidos, em 1872, a escritora Júlia Ward Howe, sugeriu a criação de uma data comemorativa às mães. Mas foi, Anna Jarvis, no Estado da Virgínia Ocidental, que iniciou a campanha para instituir o Dia das Mães que atualmente comemoramos.

Em 1905, Anna, filha de pastores, perdeu sua mãe e entrou em grande depressão. Preocupadas com seu sofrimento, suas amigas tiveram a ideia de perpetuar a memória de sua mãe com uma festa. Ana quis que ela fosse estendida a todas as mães, vivas ou mortas.A ideia era fortalecer os laços familiares e o respeito pelos pais. A luta de Anna Jarvis durou três anos seguidos. A primeira celebração oficial aconteceu somente em 26 de abril de 1910, quando o governador de Virgínia Ocidental, William E. Glasscock, incluiu o Dia das Mães no calendário de datas comemorativas daquele estado. Imediatamente, outros estados daquele país aderiram à comemoração. Finalmente, em 1914, o então presidente dos Estados Unidos, Woodrow Wilson, unificou a celebração em todos os estados, estabelecendo que o Dia Nacional das Mães deveria ser comemorado sempre no segundo domingo de maio. A sugestão foi da própria Anna Jarvis. Em pouco tempo, mais de 40 países adotaram a data.

Em 1923, enraivecida com oque se estava fazendo com a data, disse Anna Jarvis: “Não criei o Dia das Mães para ter lucro”. De tão triste, naquele mesmo ano, entrou com um processo para cancelar a data, mas não obteve bom êxito. Passou praticamente o resto dos seus dias lutando para que as pessoas reconhecessem a importância das mães, chegando a usar até recursos próprios na causa. Lamentava o fato de as pessoas não agradecerem o amor que recebem: “O amor de uma mãe é diariamente novo”, dizia ela. Recebeu cartões comemorativos vindos do mundo todo, por anos seguidos, mas nunca chegou a ser mãe.Anna Jarvis morreu em 1948, aos 84 anos.

No Brasil, O primeiro Dia das Mães foi promovido pela Associação Cristã de Moços de Porto Alegre, no dia 12 de maio de 1918. Em 1932, o então presidente Getúlio Vargas oficializou a data no segundo domingo de maio. Em 1947, Dom Jaime de Barros Câmara, Cardeal-Arcebispo do Rio de Janeiro, determinou que essa data fizesse parte também no calendário oficial da Igreja Católica. Pena que temos de corroborar com Anna Jarvis quanto à comemoração da data no Brasil, onde se configura mais como uma data comercial. Um dia de grandes negócios para o comércio.

Não oportunidade, pergunto: Você está em dúvida quanto ao presente que dará à sua mãe? Pois vai daqui uma dica: Tire sua dúvida com um órfão! E aí diremos com toda convicção que o que o mais agrada à homenageada não está à venda em shopping ou em outra loja. O melhor presente ainda é “estar presente” e não custa nada. Satisfeita essa condição, um agradinho material não faz mal a ninguém.

E não esqueça: Por mais que se dê carinho, atenção e se declare o amor aos pais, em vida, jamais se paga a dívida para com eles.  Por que não obedeci mais a ela? Por que não segui mais seus conselhos? Por que não a amei mais? Por que não aproveitei e fiz isso? Por que não disse aquilo? Por que não lhe pedi perdão? Por que não agradeci mais o que eles fizeram por mim?… Essas indagações começarão a perturbar o filho ou a filha assim que sua mãe (ou seu pai) fechar os olhos. E o pior: só cessará quando esse filho ou essa filha também cerrar os seus (olhos), também partir.

Da minha parte e da dos meus irmãos e irmãs, meu muito obrigado, minha querida mãe, GERARDA ALVES DA COSTA (1923-2011). Agradeço eternamente a ela e ao meu saudoso pai, GONÇALO ALVES DA COSTA (1919-1992), por terem ensinado e ajudado a mim e a meus irmãos a irmos amortizando a dívida para com eles (pais),começando a solvê-la quando ainda eles estavam entre nós.  Em nome da minha, desejo às demais um FELIZ DIA DAS MÃES!

**********

Cuidadores

Em 2025, segundo a OMS, com o avanço da medicina e melhora na sua qualidade de vida, os idosos representarão 50% da população brasileira. Quantas mamães (e papais) estarão enfrentando os reveses da idade. Por outro lado, isso garante o aumento do campo de trabalho para um profissional ainda pouco conhecido, quase não encontrado e muito pouco valorizado: Cuidador (a) de Idosos.

Imprescindível

Agora, que se habilitar necessita ter de sobra: paciência, amor, carinho, dedicação e outras habilidades/conhecimentos para lidar com idosos. Lamentavelmente, nem mesmo muitos da própria família conseguem ter. E, em muitos casos, quando têm não se voluntariam a oferecer ajuda.

Princípio e fim

É mais que vocação começar a vida trabalhando com que se aproxima do fim. A profissão reconhecida e inserida na Classificação Brasileira de Ocupações do Ministério do Trabalho e Emprego com o Código 5162-10 (Cuidador de pessoas idosas e dependentes e Cuidador de idosos institucional). Pergunto: Onde encontrar esses profissionais em Sobral? A resposta viria rapidamente se por aqui fossem abertos cursos de formação de vocacionados nessa área.

Pérolas do rádio

Comentava um repórter local:“Apesar de novinha e ser primeiro parto, essa mãezinha teve gêmeos: um menino homem e uma menina mulher”. Bastaria o colega dizer: “… a mãeznha teve um menino e uma menina”. Ou não?

Domingo na Educadora (www.radioeducadora950.com.br)

Até amanhã, no Programa Artemísio da Costa na Educadora AM 950. Destaque: Entrevista com Aline de Morais Siliprandi, diretora do Orfanato São Francisco de Sobral. Notícias, reportagens, curiosidades, entrevistas e a música de qualidade. Participe: (88) 3611-1550 // 3611-2496 // 99618-9555.

 LEIA, CRITIQUE, SUGIRA E DIVULGE

www.artemisiodacosta.blogspot.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: