Prejuízo menor

Criado na França, em 1997, o Dia Mundial Sem Carro transcorre em 22 de setembro (hoje, portanto) e a cada ano vem sendo lembrado por um número crescente de cidades do planeta. A finalidade da comemoração é alertar para os problemas, principalmente os ecológicos, criados pela imensa quantidade de poluentes despejados na atmosfera. Diante disso, o Dia Mundial Sem Carro também objetiva incentivar o uso de meios alternativos de transporte e visa levantar questionamento sobre a criação de medidas de apoio para seus usuários, transporte público de qualidade, carona solidária, ciclovias, dentre outras.
Na teoria, há motivos de sobra para que mais e mais pessoas também comemorem e divulguem a data. Não somente dando folga ao veículo, mas também tentando convencer outros motoristas a fazerem o mesmo. Só que na prática alguns empecilhos inviabilizam o ingresso nessa corrente. No caso do Brasil, por exemplo, destaca-se a precariedade do transporte público ou a inexistência dele em maior parte dos municípios. Além disso, é obrigatório incluir nesse rol os perigos decorrentes da insegurança. Sem dúvida, a avassaladora onda de violência obriga muita gente a apelar para o carro não só para vencer distâncias, mas também para (ilusoriamente) se sentir menos vulnerável a ataques de malfeitores. E mesmo que em pequenos percursos, que poderiam ser feitos a pé.
Evocando aqui o famoso escritor russo Leon Tolstoi (1828-1910), que disse “Fale de sua aldeia e estará falando do mundo”, vou centralizar o problema em questão na nossa Sobral. Repare só: Conforme dados de maio/2018, coletados pelo Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran-CE), Sobral possui uma frota de 92.869 veículos em circulação. É o terceiro município do Ceará nesse ranking, perdendo apenas para Juazeiro do Norte (118.463) e Fortaleza (1.102.497). Em termos populacionais, a Princesa do Norte tem 205.529 habitantes fixos (estimativa do IBGE de jan/2018) e mais milhares de pessoas de cidades vizinhas que diariamente por aqui circulam.
Agora, como deixar o carro em casa se todo esse contingente de pessoas tem pouquíssimas opções em termos de transporte coletivo, no caso de circulação na área da sede do município?
Os sobralenses e quem aqui vive têm apenas ao seu dispor o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) com duas linhas: Sul (7,2 km) e Norte (6,7 km); 753 mototáxis (oficiais) e 05 ônibus antigos. É dever de justiça dizer que há projetos do atual prefeito que visam incrementar o transporte coletivo local. Mas, excetuando-se as ações que tentam organizar e disciplinar o trânsito através da gulosa prática da multa e não por meio de prévias campanhas educativas, até agora o prometido em campanha não saiu do papel.
Para ilustrar o questionamento, encerrando solicitando aos leitores e às autoridades municipais que reflitam sobre esse lamentável desabafo. É de um profissional da saúde que nessa semana teve de fazer um atendimento em domicílio na Praça Dep. Francisco Figueiredo de Paula Pessoa (ex-Praça da Várzea). Como ocorre em quase toda a extensão da cidade, não era permitido estacionar em frente à casa da paciente. Havia, sim, a poucos metros dali. Mas, ciente do que lhe poderia acontecer, o profissional parou na porta da cliente.

Sem demora, o agente de trânsito, que permanece – à espreita – todo dia e o dia todo naquele local, já estava abordando o motorista e lavrando a multa. Sem titubear, o agente da saúde esclareceu: “Optei pelo mal menor, que é ser multado. Pois já experimentei o trauma e o prejuízo de ser assaltado mais de uma vez aqui no centro. Optei mesmo havendo permissão legal para estacionar a poucos metros daqui, mesmo contando com sua presença na área. Enfim, pelo visto não faço parte do patrimônio de Sobral para também ser zelado e protegido”.

Em tempo: Lembrar que neste sábado (22) comemora-se o Dia Mundial Sem Carro é meu dever. Agora, você decide: Ou usa menos seu veículo, procurando um local permitido para estacioná-lo a alguns quarteirões do seu destino, ou resolve deixá-lo na garagem e fazer todo o trajeto a pé. Vai correr o risco?

LEIA, CRITIQUE, SUGIRA E DIVULGUE
www.artemisiodacosta.blogspot.com

%d blogueiros gostam disto: