DIREITO CANÔNICO Impedimento de Ordem Sacra (Cân. 1.087)

É a proibição de pessoa ordenada, como bispos, sacerdotes ou diáconos que deixaram o ministério para casarem.

Os ordenados poderão  casar validamente somente depois que vier a dispensa do celibato. Esta dispensa para os ordenados está sendo reservada ao Papa e, portanto, só ele pode dispensar.

Se algum homem ordenado casasse antes de vir esta dispensa, o casamento seria inválido.

Em toda a História da Igreja não se tem notificações de que um bispo tenha sido dispensado do celibato para casar.  Napoleão Bonaparte, o todo-poderoso imperador francês, que conquistara o mundo com as armas, tinha um ministro que havia sido bispo e deixara o ministério. Napoleão pediu ao papa que o dispensasse do voto de celibato para que pudesse casar: o Papa não o dispensou.

Nem em perigo de morte um bispo ou um sacerdote que assistem um ordenado em fim de vida poderão dispensá-lo deste impedimento. Poderão e deverão, sim, ajudá-lo a bem morrer, dando-lhe a absolvição de seus pecados. Assim, poderá morrer reconciliado com Deus, mas, não casado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: