Projeto Sobral de Futuro mobiliza sociedade para construir documento de visão

Foto-01

Na fase atual, as comunidades estão sendo ouvidas para apresentar propostas que contribuam para o planejamento de longo prazo do município

O Projeto Sobral de Futuro está mobilizando a sociedade do município para a construção do documento de visão que contempla o planejamento de longo prazo para o maior polo de desenvolvimento do interior do Ceará, localizado a 230 quilômetros de Fortaleza. Neste período, o projeto vem promovendo, nas comunidades, uma série de encontros para ouvir os sonhos e expectativas dos mais diversos grupos: movimentos sociais, lideranças comunitárias, organizações não governamentais (ONGs), jovens, estudantes universitários, professores, profissionais de várias áreas e empresários, entre outros.

O destaque dessa fase, conduzida pelo grupo de gestores locais, foram as reuniões realizadas de 15 a 20 de abril nos distritos de Taperuaba, Aracatiaçu, Bilheira, Caracará, Patos, Caioca, Jaibaras, São José do Torto, Baracho, Rafael Arruda, Aprazível, Bonfim e Jordão.

Neste momento de discussão de ideias para o documento de visão, foram debatidas oportunidades e desafios do município em relação ao crescimento da população, desenvolvimento urbano, investimentos, geração de emprego, defesa e proteção social, sustentabilidade e saúde, entre outros temas.

Conheça o projeto Sobral de Futuro

Qual o sonho de cada cidadão para Sobral? Qual a melhor lembrança da cidade? O que fazer para manter o desenvolvimento sustentável da cidade? Estas e outras perguntas norteiam o projeto Sobral de Futuro. É uma iniciativa plural, suprapartidária, conduzida por um conselho consultivo, formado por representantes da sociedade. Tem a missão de definir, através da construção participativa, propostas capazes de intensificar os avanços conquistados em áreas cruciais como educação, saúde e renda, e promover o desenvolvimento sustentável da cidade.

O projeto, que tem como protagonista a própria sociedade e suas aspirações coletivas, é coordenado por um conselho consultivo integrado por representantes da sociedade civil, incluindo conselhos municipais – de educação, saúde e de jovens, entre outros – ONGs, entidades representativas da juventude, instituições de ensino superior, associações de classe (do comércio, varejo, indústria e produção rural, entre outros setores) e prefeitura. Além do conselho consultivo, um comitê executivo integra a estrutura.

A Votorantim Cimentos, Instituto Votorantim, Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Instituto Arapyaú, Universidade Federal do Ceará, Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA) e o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) são os principais fomentadores do projeto, com apoio da prefeitura municipal.

apoio da prefeitura municipal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: