Vazando pelo ladrão

Poucas & Boas - 23.04.16 - tópico 1

Pode até estar vazando o dinheiro arrecadado pelo Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), mas água das caixas, não. O que está vazando mais ainda mesmo é a indignação de milhares de sobralenses com a falta do precioso líquido que já se arrasta há vários dias e, quaaaando aparece, é de má qualidade.

Sem suportar mais o descanso para torneiras e chuveiros, muita gente já está cansando de varar madrugadas de balde na mão. E o objetivo não é outro senão captar ao menos o esssencial para cozinhar, lavar vasilhas e para a higiene pessoal, que já está limitada. Apelar para a solidariedade dos parentes ou amigos tem sido outra opção. Antes disso, é torcer para que nessas casas a situação não esteja igual ou pior que na sua!

Quem tem condição apela para a compra da água para os afazeres e de mineral para o consumo, permanecendo calado, na maioria das vezes, como se nada estivesse acontecendo. Já quem não pode, além de tentar se virar como já mencionei, busca a solução junto ao próprio SAAE ou extravasa sua raiva nas emissoras locais. Enquanto isso, o fornecedor parece ignorar o problema, fazendo ouvido de mercador e, sem nenhuma cerimônia, utiliza o mesmo canal para divulgar esparsas “Notas de Esclarecimento”, o que, em minha opinião, nada esclarecem e não convencem nem mesmo quem as redigiu.

 

O bode expiatório encontrado pa autarquia municipal tem sido reparos na rede de distribuição, a fraca quadra invernosa, o aumento de consumidores, etc., etc., etc. Você, acredita que seja só por isso? Eu, não. Prefiro atribuir também a más gestões que estão a ensejar até CPI, e que até agora não foi formada.  Mas a solução poderia ter sido encontrada de forma mais rápida e fácil se no início do problema algumas providências tivessem sido adotadas. De sobra, hoje não se estaria amargando esse enorme desgaste à imagem da empresa, bem como ao consumidor.

 

Diante desse impasse, lembro-me de um sábio que certa vez disse: “Ninguém pode voltar atrás e fazer um novo começo. Mas qualquer um pode recomeçar e fazer um novo fim”. Então, que essa sabedoria seja aplicada na busca de solução para a falta de água em Sobral. E fico na torcida para que o SAAE seja administrado por pessoas sérias, honestas, compromissadas com o bem da empresa e mais ainda dos usuários, pessoas de visão futurista apoiada em planejamento e com atitudes proativas. Dessa forma, o SAAE será recolocado nos trilhos. E assim promoverá a necessária expansão do sistema de fornecimento de água de forma compatível com o avanço populacional que o município continuará experimentando. E os sobralenses ficarão de corpo e alma lavados. E com água abundante e de boa qualidade.

**********

 

Meu alô…

Mas que carência enorme a dos deputados(as) que, antecedendo o voto, mencionavam os nomes dos familiares mandando “aquele alô”! Perde pra eles até aquele ouvinte do interiorzinho, que se procura autovalorizar ouvindo seu nome e os nomes dos amigos “saírem no rádio”.

 

Outro lado

Depois da histórica sessão do domingo (17), quando foi decidido o início do processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff, muitas pessoas estão mostrando seu “outro lado” através dos depoimentos, elogios e xingamentos não apenas contra deputados, mas também contra internautas que concordam/discordam do voto.

 

Conheces-te?

Segundo a psicóloga americana Pamela Rutledge, diretora do Media Psychology Research Center (Centro de Pesquisas sobre Psicologia e Mídia), na Califórnia, essa agressividade pode ser sinal de impotência, frustração e uma necessidade de se impor sobre outras pessoas. Segundo ela, esse comportamento hostil já existia. Apenas aflorou.

 

Nova edição

Depois da votação do domingo passado, se vivo estivesse o colega de Banco do Brasil, Sérgio Marcus Rangel Porto (ou Stanislaw Ponte Preta – 1923-1967), escreveria um novo livro intitulado FEBEAPÁ – Festival de Besteiras que Assola o País.

 

Meninos do buchão

Também no domingo (17), o deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) cuspiu na cara do colega Jair Bolsonaro (PSC-RJ). Em seguida, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSC-SP), filho de Jair, também cuspiu em Jean. Eca! Quanta falta de educação, de argumentos e de civilidade!

 

Em nome do Pai…

Que Deus perdoe aqueles filhos deputados que O invocaram em momento em que a hipocrisia de alguns chegou ao limite do suportável!

 

“Aprende aí, mano!”

É desse modo que imediatamente reagem marginais que “se acham”  supervalorizados, quando ganham vez e voz em algumas emissoras de rádio e TV. Pior ainda: estufam mais ainda o peito diante de crianças admiradas, inocentemente talvez invejando a importância da nova “celebridade” fabricada pela imprensa. Tremendo desserviço.

 

Tô fora!

Tem virado mau costume apresentadores/repórteres ligarem câmeras ou abrirem microfones para malfeitores deitarem falação sobre seus “feitos”. Depois saem se vangloriarem e até divulgar agenda de futuras ações. Paradoxalmente, nem todo cidadão têm tanta oportunidade como esses “inocentes”.  Se não bastasse, algumas emissoras repetem o “furo” diversas vezes em sua grade. Tá demais!!! Resultado: Perda de credibilidade e de audiência. E vivam os profissionais que recusam seguir esse perigoso caminho.

 

Lançamento

Na sexta-feira, 29, será lançado em Sobral um livro de Contos e Poesias ” in memoriam”, de autoria do sobralense Pacelli Vasconcelos, falecido em 2013. Organizada por Edmo Linhares, em seus alfarrábios Pacelli traz histórias interessantes. O lançamento será na sede da Academia Sobralense de Estudos e  Letras (ASEL), na Avenida Dr. Guarany, às 20h.

 

Pérolas do Rádio

Dizia um companheiro da área esportiva: “O mascote das Olimpíadas do Rio 2016 chama-se Venício”. Quase acerta! 1º) Usa-se “Olimpíadas” quando se fala de várias, disputadas em países diferentes; no caso acima, trata-se da no Brasil, de 5 a 21 de agosto, também chamada de Jogos Olímpicos Rio 2016; 2º) A palavra mascote é feminina; 3º) O nome é Vinicius e não Venicio.

CORRIGINDO: “A mascote dos Jogos Olímpicos Rio 2016 chama-se Vinicius”. BÔNUS: A mascote dos Jogos Paralímpicos chama-se TOM. Homenageiam a dupla Vínicius de Moraes e Tom Jobim, dois ícones da MPB.

 

Domingo na Educadora (www.radioeducadora950.com.br)

Até amanhã, no Programa Artemísio da Costa na Educadora AM 950. Notícias, reportagens, curiosidades, entrevistas e a música de qualidade. Ligue e participe 3611-1550 // 3611-2496.

LEIA, CRITIQUE E SUGIRA

www.artemisiodacostablogspot.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: